Las Vegas, E.U.A.

Capital Mundial dos Casamentos vs Cidade do Pecado


Acolhedora Vegas
Casal fotografa-se em frente à famosa placa de boas-vindas de Las Vegas.
Cupido’s
Capela temática promove a realização de matrimónios rápidos.
Limo
Uma grande limusine passa pela Strip.
Jon Bon Jovi
Capela Graceland promove o facto de Jon Bon Jovi nela se ter casado.
Veneza, Nevada
Gondolas ancoradas no lago artificial do hotel-casino The Venezian, um dos que faz mais sucesso entre os casais de visita a Las Vegas.
Menu Matrimonial
Menu de casamentos da "Tunnel of Love" mais uma capela matrimonial da cidade
Capela de pedra
Uma de tantas capelas matrimoniais da Cidade do Pecado.
Paris, Nevada
Uma réplica da torre Eiffel reforça o carácter romântico da sempre oportunista Las Vegas.
Welcome To
Pormenor da famosa placa de sinalização de acolhimento à fabulosa Las Vegas, a capital mundial do jogo, conquistada ao deserto de Mojave.
Pay Me Tender
Sósia de Elvis ganha dinheiro a fotografar-se junto do seu Cadillac.
Casamentos de berma
Placa de beira de estrada anuncia a realização de casamentos
Limos
Limusinas alinhadas no parque de estacionamento de uma capela casamenteira.
Casamento de Fábula
Casal celebra matrimónio no glamoroso hotel Bellagio.
Little White Chapel
Uma capela convenientemente sinalizada quase à altura de uma palmeira à beira de uma estrada de Vegas
The Strip
Tráfego automóvel deixa rastos de luz coloridos ao longo da sempre movimentada Strip de Las Vegas.
A ganância do jogo, a luxúria da prostituição e a ostentação generalizada fazem parte de Las Vegas. Como as capelas que não têm olhos nem ouvidos e promovem matrimónios excêntricos, rápidos e baratos.

Nem sempre a fama faz jus à realidade. O letreiro no guiché promete casório instantâneo por pouco mais de 50 dólares. Intrigados pela suposta popularidade e facilidade do fenómeno, avançamos para o interior daquele drive-thru matrimonial e perguntamos o que nos ocorre perguntar, a começar por se fica mesmo tudo ali resolvido.

O preço confirma-se para a mais sóbria das cerimónias mas já o mesmo não se pode dizer da simplicidade do processo.

Dizem-nos que primeiro é necessário um certificado passado pelo Marriage License Bureau de Clark, o condado do estado do Nevada em que se situa Las Vegas. Quando investigamos o tal gabinete, descobrimos como é fácil qualquer entusiasmo romântico ser desfeito pela fria burocracia.

Casamentos de berma, Las Vegas, Estados Unidos

Placa de beira de estrada anuncia a realização de casamentos

O edifício do governo revela-se pré-fabricado, demasiado vulgar para poder ser definido em termos arquitectónicos. Há um batalhão de vagabundos nas redondezas e a fila que nos separa do atendimento aproxima-se da meia centena de metros, gradualmente aumentada por mexicanos e imigrantes com diferentes origens com pressa de se casarem para consumarem a sua legalização ou conquistar outros privilégios norte-americanos.

Faz calor e há muito por explorar em Las Vegas e no restante Nevada. Recusamo-nos a acreditar que as vedetas que ali dão o nó se submetam a tal castigo e decidimos que, naquelas condições, connosco também não contam. A fazer fé nos números, vamos ser uma excepção.

Little White Chapel, Las Vegas, Nevada, Estados Unidos

Uma capela convenientemente sinalizada quase à altura de uma palmeira à beira de uma estrada de Vegas

Todos os anos são emitidas para cima de dois milhões de licenças de casamento nos Estados Unidos. Mais de 110 mil – 5% são processadas por Clark e destinam-se a Las Vegas.

Nos últimos tempos, os números até desceram mas não se pode dizer que por escassez de oferta, muito menos por falta de imaginação dos incontáveis promotores.

Praticamente todos os hotéis e muitos dos restaurantes da cidade têm pequenos espaços que emulam capelas em que acolhem a cerimónia.

Cupido's

Capela temática promove a realização de matrimónios rápidos

Mas os casamentos podem ainda ter lugar nos campos de golfe locais, nas capelas mais ou menos convencionais do Wedding District, caso da Chapel of the Flowers e, em capelas gazebo, para motards, simplesmente drive thru ou as realmente versáteis que oferecem uma panóplia de possibilidades temáticas.

Quer casar-se na Ilha do Tesouro rodeado de piratas? Escolher a sua fábula preferida e tornar-se parte dela? Optar por trajes góticos em vez do clássico vestido branco? Quem sabe, casar rumo a galáxias distantes da nave Star Trek USS Enterprise?

A bordo de um helicóptero, balão e/ou com transmissão online? Tudo é possível. E só custa alguns dólares mais que os 50 base e o telefonema para marcação da data pretendida.

Elvis tornou-se ainda mais idolatrado graças às suas actuações regulares em Las Vegas. “Love Me Tender” era um dos temas que mais entoava e depois de Priscilla Anne Wagner ter cedido ao apelo, a união do casal também se realizou na Cidade do Pecado.

Graceland Chapel, Las Vegas, Estados Unidos

Capela Graceland promove o facto de Jon Bon Jovi nela se ter casado.

Hoje, passados 34 anos sobre a sua morte, The King continua a enriquecer o imaginário de Las Vegas e é visto, às vezes em simultâneo, em diferentes pontos da longa Strip ou nas capelas que oferecem casamentos ao seu estilo como a Wee Kirk o’the Heather ou a bem mais luxuosa do hotel Hilton.

Num de tantos dias por Vegas, resolvemos verificar o início oficial da Strip e paramos junto à popular placa de “Welcome to Las Vegas”.

Acabamos por dar com um imitador profissional de Elvis que cobra um mínimo de 10 dólares para se deixar fotografar junto ao seu Cadillac cor-de-rosa e com um casal recém-casado que fez questão que a sua sessão fotográfica por ali passasse.

Sósia de Elvis, Las Vegas, Nevada, Estados Unidos

Sósia de Elvis ganha dinheiro a fotografar-se junto do seu Cadillac.

Nessa altura, foram os últimos de tantos outros a ceder à tentação menos pecaminosa de Las Vegas, parte de uma lista que conta com vários milhões de esponsais e com inúmeras personalidades do showbizz e do desporto.

Além de Elvis e Priscilla, casaram em Vegas Frank Sinatra e Mia Farrow, Angelina Jolie e Billy Bob Thornton, Cindy Crawford e Richard Gere, Carmen Electra e o exuberante Dennis Rodman.

Também Axl Rose dos Guns’n’Roses e outro ídolo do basquete Michael Jordan – com as respectivas esposas, não um com o outro.

E, para abreviar, André Agassi e Steffi Graff que, caso o desejassem, podiam ter tido a sua cerimónia num campos de ténis. Todos eles se uniram em Vegas com mais ou menos aparato e mediatismo, apesar da famosa máxima “What Happens in Vegas, Stays in Vegas”.

Acolhedora Vegas

Casal fotografa-se em frente à famosa placa de boas-vindas de Las Vegas.

Algumas estrelas tornaram-se fãs incorrigíveis da experiência e repetiram-na sem mostrar qualquer tédio. O actor Mickey Rooney, por exemplo, casou-se pela primeira vez, em Las Vegas, com Ava Gardner, em 1942 e voltou seis vezes à cidade para desposar outras mulheres.

A sua persistência inspirou a Wikipedia a criar uma complexa tabela que distribui os descendentes por cada união.

The Strip, Las Vegas, Nevada, Estados Unidos

Tráfego automóvel deixa rastos de luz coloridos ao longo da sempre movimentada Strip de Las Vegas.

Mas a cidade do pecado é tão especialista em patrocinar uniões como em desfazê-las. Ao longo da Strip, um exército de mexicanos com visuais indigentes batem pequenas cartas umas nas outras com as duas mãos e anunciam a alta voz: “Girls, girls, girls! Cheap girls!.

O gesto, repetido vezes sem conta, produz um tek-tek característico identificável à distância. E ao seu ritmo, o chão em redor fica repleto dessas cartas, rejeitadas pelos transeuntes já cansados da oferta ou, logo à partida, sem qualquer interesse.

Reparamos que as raparigas e os seus serviços são oferecidos não só a homens de todas as idades como a casais, a mulheres e até a crianças. Os poucos dólares ganhos pelos mexicanos pela sua distribuição não parecem pagar o bom senso ou o pudor, muito menos a selectividade.

Justificam apenas a missão prioritária de se desfazerem das pequenas peças o mais depressa possível.

Limusine, Las Vegas, Nevada, Estados Unidos

Uma limusine passa pela Strip.

Como nas velhas povoações da febre do ouro norte-americano, também aqui o dinheiro abunda e a prostituição floresce. E quando não se trata do adultério ou de sexo pago, o vício do jogo e a ruína a que leva justifica, só por si, o colapso abrupto de milhares de relações e famílias.

Noivos, Bellagio, Las Vegas-Nevada, Estados Unidos

Casal celebra matrimónio no glamoroso hotel Bellagio.

A Las Vegas tanto faz desde que o lucro não pare de aumentar. Se os casamentos se consumam em três tempos e por valores simbólicos, os divórcios da cidade não ficam muito atrás.

Um a três dias são suficientes para o juiz definir a partilha das crianças, dos bens e das dívidas. “The Show Must Go On” e, em Las Vegas, há sempre uma segunda oportunidade.

Key West, E.U.A.

O Faroeste Tropical dos E.U.A.

Chegamos ao fim da Overseas Highway e ao derradeiro reduto das propagadas Florida Keys. Os Estados Unidos continentais entregam-se, aqui, a uma deslumbrante vastidão marinha esmeralda-turquesa. E a um devaneio meridional alentado por uma espécie de feitiço caribenho.
Las Vegas, E.U.A.

Onde o Pecado tem Sempre Perdão

Projectada do Deserto Mojave como uma miragem de néon, a capital norte-americana do jogo e do espectáculo é vivida como uma aposta no escuro. Exuberante e viciante, Vegas nem aprende nem se arrepende.
Vale da Morte, E.U.A.

O Ressuscitar do Lugar Mais Quente

Desde 1921 que Al Aziziyah, na Líbia, era considerado o lugar mais quente do Planeta. Mas a polémica em redor dos 58º ali medidos fez com que, 99 anos depois, o título fosse devolvido ao Vale da Morte.
Jaffa, Israel

Onde Assenta a Telavive Sempre em Festa

Telavive é famosa pela noite mais intensa do Médio Oriente. Mas, se os seus jovens se divertem até à exaustão nas discotecas à beira Mediterrâneo, é cada vez mais na vizinha Old Jaffa que dão o nó.
Las Vegas, E.U.A.

O Berço da Cidade do Pecado

Nem sempre a famosa Strip concentrou a atenção de Las Vegas. Muitos dos seus hotéis e casinos replicaram o glamour de néon da rua que antes mais se destacava, a Fremont Street.
Tóquio, Japão

Um Santuário Casamenteiro

O templo Meiji de Tóquio foi erguido para honrar os espíritos deificados de um dos casais mais influentes da história do Japão. Com o passar do tempo, especializou-se em celebrar bodas tradicionais.
Florida Keys, E.U.A.

A Alpondra Caribenha dos E.U.A.

Os Estados Unidos continentais parecem encerrar-se, a sul, na sua caprichosa península da Flórida. Não se ficam por aí. Mais de cem ilhas de coral, areia e mangal formam uma excêntrica extensão tropical que há muito seduz os veraneantes norte-americanos.
Miami, E.U.A.

Uma Obra-Prima da Reabilitação Urbana

Na viragem para o século XXI, o bairro Wynwood mantinha-se repleto de fábricas e armazéns abandonados e grafitados. Tony Goldman, um investidor imobiliário astuto, comprou mais de 25 propriedades e fundou um parque mural. Muito mais que ali homenagear o grafiti, Goldman fundou o grande bastião da criatividade de Miami.
Tombstone, E.U.A.

Tombstone: a Cidade Demasiado Dura para Morrer

Filões de prata descobertos no fim do século XIX fizeram de Tombstone um centro mineiro próspero e conflituoso na fronteira dos Estados Unidos com o México. Lawrence Kasdan, Kurt Russel, Kevin Costner e outros realizadores e actores hollywoodescos tornaram famosos os irmãos Earp e o duelo sanguinário de “O.K. Corral”. A Tombstone que, ao longo dos tempos tantas vidas reclamou, está para durar.
Miami Beach, E.U.A.

A Praia de Todas as Vaidades

Poucos litorais concentram, ao mesmo tempo, tanto calor e exibições de fama, de riqueza e de glória. Situada no extremo sudeste dos E.U.A., Miami Beach tem acesso por seis pontes que a ligam ao resto da Florida. É parco para o número de almas que a desejam.
Little Havana, E.U.A.

A Pequena Havana dos Inconformados

Ao longo das décadas e até aos dias de hoje, milhares de cubanos cruzaram o estreito da Florida em busca da terra da liberdade e da oportunidade. Com os E.U.A. ali a meros 145 km, muitos não foram mais longe. A sua Little Havana de Miami é, hoje, o bairro mais emblemático da diáspora cubana.
Grand Canyon, E.U.A.

Viagem pela América do Norte Abismal

O rio Colorado e tributários começaram a fluir no planalto homónimo há 17 milhões de anos e expuseram metade do passado geológico da Terra. Também esculpiram uma das suas mais deslumbrantes entranhas.
Monte Denali, Alasca

O Tecto Sagrado da América do Norte

Os indígenas Athabascan chamaram-no Denali, ou o Grande e reverenciam a sua altivez. Esta montanha deslumbrante suscitou a cobiça dos montanhistas e uma longa sucessão de ascensões recordistas.
Juneau, Alasca

A Pequena Capital do Grande Alasca

De Junho a Agosto, Juneau desaparece por detrás dos navios de cruzeiro que atracam na sua doca-marginal. Ainda assim, é nesta pequena capital que se decidem os destinos do 49º estado norte-americano.
Monument Valley, E.U.A.

Índios ou cowboys?

Realizadores de Westerns emblemáticos como John Ford imortalizaram aquele que é o maior território indígena dos Estados Unidos. Hoje, na Nação Navajo, os navajo também vivem na pele dos velhos inimigos.
Talkeetna, Alasca

A Vida à Moda do Alasca de Talkeetna

Em tempos um mero entreposto mineiro, Talkeetna rejuvenesceu, em 1950, para servir os alpinistas do Monte McKinley. A povoação é, de longe, a mais alternativa e cativante entre Anchorage e Fairbanks.
Navajo Nation, E.U.A.

Por Terras da Nação Navajo

De Kayenta a Page, com passagem pelo Marble Canyon, exploramos o sul do Planalto do Colorado. Dramáticos e desérticos, os cenários deste domínio indígena recortado no Arizona revelam-se esplendorosos.
São Francisco, E.U.A.

Cable Cars de São Francisco: uma Vida aos Altos e Baixos

Um acidente macabro com uma carroça inspirou a saga dos cable cars de São Francisco. Hoje, estas relíquias funcionam como uma operação de charme da cidade do nevoeiro mas também têm os seus riscos.
Mauna Kea, Havai

Mauna Kea: um Vulcão de Olho no Espaço

O tecto do Havai era interdito aos nativos por abrigar divindades benevolentes. Mas, a partir de 1968 várias nações sacrificaram a paz dos deuses e ergueram a maior estação astronómica à face da Terra
Pearl Harbor, Havai

O Dia em que o Japão foi Longe Demais

Em 7 de Dezembro de 1941, o Japão atacou a base militar de Pearl Harbor. Hoje, partes do Havai parecem colónias nipónicas mas os EUA nunca esquecerão a afronta.
Rinoceronte, PN Kaziranga, Assam, Índia
Safari
PN Kaziranga, Índia

O Baluarte dos Monocerontes Indianos

Situado no estado de Assam, a sul do grande rio Bramaputra, o PN Kaziranga ocupa uma vasta área de pântano aluvial. Lá se concentram dois terços dos rhinocerus unicornis do mundo, entre em redor de 100 tigres, 1200 elefantes e muitos outros animais. Pressionado pela proximidade humana e pela inevitável caça furtiva, este parque precioso só não se tem conseguido proteger das cheias hiperbólicas das monções e de algumas polémicas.
Yak Kharka a Thorong Phedi, Circuito Annapurna, Nepal, iaques
Annapurna (circuito)
Circuito Annapurna 11º: Yak Karkha a Thorong Phedi, Nepal

A Chegada ao Sopé do Desfiladeiro

Num pouco mais de 6km, subimos dos 4018m aos 4450m, na base do desfiladeiro de Thorong La. Pelo caminho, questionamos se o que sentíamos seriam os primeiros problemas de Mal de Altitude. Nunca passou de falso alarme.
Lençóis da Bahia, Diamantes Eternos, Brasil
Arquitectura & Design
Lençois da Bahia, Brasil

Lençois da Bahia: nem os Diamantes São Eternos

No século XIX, Lençóis tornou-se na maior fornecedora mundial de diamantes. Mas o comércio das gemas não durou o que se esperava. Hoje, a arquitectura colonial que herdou é o seu bem mais precioso.
Salto Angel, Rio que cai do ceu, Angel Falls, PN Canaima, Venezuela
Aventura
PN Canaima, Venezuela

Kerepakupai, Salto Angel: O Rio Que Cai do Céu

Em 1937, Jimmy Angel aterrou uma avioneta sobre uma meseta perdida na selva venezuelana. O aventureiro americano não encontrou ouro mas conquistou o baptismo da queda d'água mais longa à face da Terra
Cortejo Ortodoxo
Cerimónias e Festividades
Suzdal, Rússia

Séculos de Devoção a um Monge Devoto

Eutímio foi um asceta russo do século XIV que se entregou a Deus de corpo e alma. A sua fé inspirou a religiosidade de Suzdal. Os crentes da cidade veneram-no como ao santo em que se tornou.
O Capitólio de Baton Rouge reflectido num espelho d'água da State Library
Cidades
Baton Rouge, Luisiana, Estados Unidos

Da Fronteira Indígena à Capital do Luisiana

Aquando da sua incursão Mississipi acima, os franceses detectaram um bastão vermelho que separava os territórios de duas nações nativas. Dessa expedição de 1723 para cá, sucederam-se as nações europeias dominadoras destas paragens. Com o fluir da História, Baton Rouge tornou-se o cerne político do 18º estado dos E.U.A.
mercado peixe Tsukiji, toquio, japao
Comida
Tóquio, Japão

O Mercado de Peixe que Perdeu a Frescura

Num ano, cada japonês come mais que o seu peso em peixe e marisco. Desde 1935, que uma parte considerável era processada e vendida no maior mercado piscícola do mundo. Tsukiji foi encerrado em Outubro de 2018, e substituído pelo de Toyosu.
Cruzamento movimentado de Tóquio, Japão
Cultura
Tóquio, Japão

A Noite Sem Fim da Capital do Sol Nascente

Dizer que Tóquio não dorme é eufemismo. Numa das maiores e mais sofisticadas urbes à face da Terra, o crepúsculo marca apenas o renovar do quotidiano frenético. E são milhões as suas almas que, ou não encontram lugar ao sol, ou fazem mais sentido nos turnos “escuros” e obscuros que se seguem.
arbitro de combate, luta de galos, filipinas
Desporto
Filipinas

Quando só as Lutas de Galos Despertam as Filipinas

Banidas em grande parte do Primeiro Mundo, as lutas de galos prosperam nas Filipinas onde movem milhões de pessoas e de Pesos. Apesar dos seus eternos problemas é o sabong que mais estimula a nação.
Casal Gótico
Em Viagem

Matarraña a Alcanar, Espanha

Uma Espanha Medieval

De viagem por terras de Aragão e Valência, damos com torres e ameias destacadas de casarios que preenchem as encostas. Km após km, estas visões vão-se provando tão anacrónicas como fascinantes.

Insólito Balnear
Étnico

Sul do Belize

A Estranha Vida ao Sol do Caribe Negro

A caminho da Guatemala, constatamos como a existência proscrita do povo garifuna, descendente de escravos africanos e de índios arawaks, contrasta com a de vários redutos balneares bem mais airosos.

Ocaso, Avenida dos Baobás, Madagascar
Portfólio Fotográfico Got2Globe

Dias Como Tantos Outros

praca registao, rota da seda, samarcanda, uzbequistao
História
Samarcanda, Uzbequistão

Um Legado Monumental da Rota da Seda

Em Samarcanda, o algodão é agora o bem mais transaccionado e os Ladas e Chevrolets substituíram os camelos. Hoje, em vez de caravanas, Marco Polo iria encontrar os piores condutores do Uzbequistão.
Playa Nogales, La Palma, Canárias
Ilhas
La Palma, Canárias

A Isla Bonita das Canárias

Em 1986, Madonna Louise Ciccone lançou um êxito que popularizou a atracção exercida por uma isla imaginária. Ambergris Caye, no Belize, colheu proveitos. Do lado de cá do Atlântico, há muito que os palmeros assim veem a sua real e deslumbrante Canária.
Corrida de Renas , Kings Cup, Inari, Finlândia
Inverno Branco
Inari, Finlândia

A Corrida Mais Louca do Topo do Mundo

Há séculos que os lapões da Finlândia competem a reboque das suas renas. Na final da Kings Cup - Porokuninkuusajot - , confrontam-se a grande velocidade, bem acima do Círculo Polar Ártico e muito abaixo de zero.
Baie d'Oro, Île des Pins, Nova Caledonia
Literatura
Île-des-Pins, Nova Caledónia

A Ilha que se Encostou ao Paraíso

Em 1964, Katsura Morimura deliciou o Japão com um romance-turquesa passado em Ouvéa. Mas a vizinha Île-des-Pins apoderou-se do título "A Ilha mais próxima do Paraíso" e extasia os seus visitantes.
Cabo da Cruz, colónia focas, cape cross focas, Namíbia
Natureza
Cape Cross, Namíbia

A Mais Tumultuosa das Colónias Africanas

Diogo Cão desembarcou neste cabo de África em 1486, instalou um padrão e fez meia-volta. O litoral imediato a norte e a sul, foi alemão, sul-africano e, por fim, namibiano. Indiferente às sucessivas transferências de nacionalidade, uma das maiores colónias de focas do mundo manteve ali o seu domínio e anima-o com latidos marinhos ensurdecedores e intermináveis embirrações.
Estátua Mãe-Arménia, Erevan, Arménia
Outono
Erevan, Arménia

Uma Capital entre o Leste e o Ocidente

Herdeira da civilização soviética, alinhada com a grande Rússia, a Arménia deixa-se seduzir pelos modos mais democráticos e sofisticados da Europa Ocidental. Nos últimos tempos, os dois mundos têm colidido nas ruas da sua capital. Da disputa popular e política, Erevan ditará o novo rumo da nação.
Esteros del Iberá, Pantanal Argentina, Jacaré
Parques Naturais
Esteros del Iberá, Argentina

O Pantanal das Pampas

No mapa mundo, para sul do famoso pantanal brasileiro, surge uma região alagada pouco conhecida mas quase tão vasta e rica em biodiversidade. A expressão guarani Y berá define-a como “águas brilhantes”. O adjectivo ajusta-se a mais que à sua forte luminância.
Catedral de Santa Ana, Vegueta, Las Palmas, Gran Canária
Património Mundial UNESCO
Vegueta, Gran Canária, Canárias

Às Voltas pelo Âmago das Canárias Reais

O velho e majestoso bairro Vegueta de Las Palmas destaca-se na longa e complexa hispanização das Canárias. Findo um longo período de expedições senhoriais, lá teve início a derradeira conquista da Gran Canária e das restantes ilhas do arquipélago, sob comando dos monarcas de Castela e Aragão.
Mascarado de Zorro em exibição num jantar da Pousada Hacienda del Hidalgo, El Fuerte, Sinaloa, México
Personagens
El Fuerte, Sinaloa, México

O Berço de Zorro

El Fuerte é uma cidade colonial do estado mexicano de Sinaloa. Na sua história, estará registado o nascimento de Don Diego de La Vega, diz-se que numa mansão da povoação. Na sua luta contra as injustiças do jugo espanhol, Don Diego transformava-se num mascarado esquivo. Em El Fuerte, o lendário “El Zorro” terá sempre lugar.
Aula de surf, Waikiki, Oahu, Havai
Praias
Waikiki, OahuHavai

A Invasão Nipónica do Havai

Décadas após o ataque a Pearl Harbor e da capitulação na 2ª Guerra Mundial, os japoneses voltaram ao Havai armados com milhões de dólares. Waikiki, o seu alvo predilecto, faz questão de se render.
Queima de preces, Festival de Ohitaki, templo de fushimi, quioto, japao
Religião
Quioto, Japão

Uma Fé Combustível

Durante a celebração xintoísta de Ohitaki são reunidas no templo de Fushimi preces inscritas em tabuínhas pelos fiéis nipónicos. Ali, enquanto é consumida por enormes fogueiras, a sua crença renova-se.
white pass yukon train, Skagway, Rota do ouro, Alasca, EUA
Sobre Carris
Skagway, Alasca

Uma Variante da Febre do Ouro do Klondike

A última grande febre do ouro norte-americana passou há muito. Hoje em dia, centenas de cruzeiros despejam, todos os Verões, milhares de visitantes endinheirados nas ruas repletas de lojas de Skagway.
Uma espécie de portal
Sociedade
Little Havana, E.U.A.

A Pequena Havana dos Inconformados

Ao longo das décadas e até aos dias de hoje, milhares de cubanos cruzaram o estreito da Florida em busca da terra da liberdade e da oportunidade. Com os E.U.A. ali a meros 145 km, muitos não foram mais longe. A sua Little Havana de Miami é, hoje, o bairro mais emblemático da diáspora cubana.
Vida Quotidiana
Profissões Árduas

O Pão que o Diabo Amassou

O trabalho é essencial à maior parte das vidas. Mas, certos trabalhos impõem um grau de esforço, monotonia ou perigosidade de que só alguns eleitos estão à altura.
Parque Nacional Amboseli, Monte Kilimanjaro, colina Normatior
Vida Selvagem
PN Amboseli, Quénia

Uma Dádiva do Kilimanjaro

O primeiro europeu a aventurar-se nestas paragens masai ficou estupefacto com o que encontrou. E ainda hoje grandes manadas de elefantes e de outros herbívoros vagueiam ao sabor do pasto irrigado pela neve da maior montanha africana.
The Sounds, Fiordland National Park, Nova Zelândia
Voos Panorâmicos
Fiordland, Nova Zelândia

Os Fiordes dos Antipodas

Um capricho geológico fez da região de Fiordland a mais crua e imponente da Nova Zelândia. Ano após anos, muitos milhares de visitantes veneram o sub-domínio retalhado entre Te Anau e Milford Sound.