Nara, Japão

O Berço Colossal do Budismo Nipónico


Budas
Visitantes admiram a enorme estátua do buda Buda Vairocana, com 15 metros de altura e 500 toneladas.
Grande Salão de Buda
O maior edifício antigo de madeira do mundo, Daibutsuden, no centro do templo Todai-ji.
Hesitação
Visitante foge de um veado perseguidor para lá de um portal de acesso ao templo.
Ritual de Fumo
Casal coloca um pau de incenso à entrada do Grande Salão de Buda.
Multidão de Nara
Visitantes percorrem a alameda que conduz ao templo Todai-ji.
Curandeiro Divino
Fiéis afagam partes do corpo de Binzuru Sonja, deus japonês da cura e da boa visão.
Condução Amplificada
Guia munido de um megafone conduz um grupo de visitantes asiático.
Guardião Budista
Estátua de um guardião nio, um dos protectores do buda Daibutsu.
Passagem Apertada
Aluna de colégio japonês atravessa o buraco num pilar do Grande Salão, um ritual incontornável do templo Todai-ji.
Curiosidade e indiferença
Homem japonês inspecciona a estátua de um guardião nio, ao lado de um veado letárgico.
Todai-ji Outonal
O Grande Salão Daibutsuden do lado de lá do lago do templo Todai-ji.
Em Apertos
Jovem japonês tenta passar pelo buraco no pilar do Grande Salão de Buda.
Pontas Douradas
Pormenor da arquitectura budista do Grande Salão de Buda.
Guardião Budista II
Estátua de um guardião nio, um dos protectores do buda Daibutsu.
Curiosidade e indiferença II
Casal espreita para dentro de uma vedação de madeira, ao lado de um veado que aguarda a sua oportunidade.
Nara deixou, há muito, de ser capital e o seu templo Todai-ji foi despromovido. Mas o Grande Salão mantém-se o maior edifício antigo de madeira do Mundo. E alberga o maior buda vairocana de bronze.

Dessi, uma anfitriã javanesa que se procurava adaptar à alma tradicionalista e fechada de Nara tinha-nos falado maravilhas do santuário Todai-ji, o Grande Templo do Leste.

Apesar de sensacionalista, a sua descrição só nos aumentou a curiosidade e fez-nos apressar a descoberta do monumento.

O Súbito Avistamento do Grande Todai-ji

Percorremos todo o vasto Nara Park. Passados os vários portais de acesso ao recinto, deparamo-nos com o enorme templo principal Daibutsuden (Grande Salão de Buda) que não desilude.

Templo todai-ji, Nara, Japão

O Grande Salão Daibutsuden do lado de lá do lago do templo Todai-ji.

Elegante e imponente, sobressaem nele as típicas linhas arquitecturais budistas, culminadas por um telhado duplo que se projecta lateralmente do corpo base como uma espécie de capelo asiático.

No centro do grande salão, protegida por dois guardiões nio ameaçadores, destaca-se a estátua colossal e também recordista (15 metros de altura, 500 toneladas) de bronze do Buda Vairocana – no Japão, Daibutsu.

Guardião nio, Templo Todai ji, Nara, Japão

Estátua de um guardião nio, um dos protectores do buda Daibutsu.

Saúda os visitantes e crentes que, após se purificarem à entrada com o fumo do incenso admiram, agora, a sua magnificência.

Passados os Guardiões Nio, várias faces de Buda e do Budismo

A imensidão de madeira do edifício renova-se em espaços distintos. Em cada um deles, o budismo reclama distintas provas de fé. Uma delas revela-se um verdadeiro desafio contorcionista.

Forma-se uma fila em frente a um dos pilares que sustentam o Daibutsuden. Famílias inteiras e excursões escolares de jovens japoneses fotografam-se a passar para lá e para cá, através de um buraco apertado na sua base que se crê ter a mesma largura que as narinas de Daibutsu.

Ritual do templo Todai-ji, Nara, Japão

Aluna de colégio japonês atravessa o buraco num pilar do Grande Salão, um ritual incontornável do templo Todai-ji.

É suposto esta passagem conceder a libertação espiritual de quem a consegue, mas, quando chega a vez de alguns pretendentes do norte da Europa e da América do Norte, o desafio torna-se sério. Em vez de libertados, alguns têm que ser socorridos de um aflitivo sufoco.

Fazendo fé na mitologia budista, eventuais mazelas resultantes do aperto podem sempre ser resolvidas por Binzuru Sonja, deus japonês da cura e da boa visão.

À saída do Daibutsuden, vemos vários fiéis idosos em simultâneo a tocar e a esfregam as mãos em diferentes partes da estátua desta divindade por forma a tentarem ultrapassar problemas de saúde que têm em zonas equivalentes dos corpos.

Fiéis budistas tocam Binzuru Sonja, junto ao templo de Todai ji, Nara, Japão

Fiéis afagam partes do corpo de Binzuru Sonja, deus japonês da cura e da boa visão

Com a mobilidade que a longevidade nipónica lhes concede, os pacientes apressam-se a seguir os seus guias, sempre bem identificados por bandeiras coloridas.

A Origem Milenar Chinesa da Arquitectura, da Escrita e de Tanto Mais

Malgrado a secular inimizade sino-nipónica, cada vez mais destas comitivas turísticas são também chinesas e os seus participantes deliciam-se com a exuberante cultura japonesa. Alguns deles, só descobrem in loco que foi a sua nação han que a inspirou.

Com menos de 400.000 habitantes, Nara revela-se, hoje, uma cidade insignificante para os padrões japoneses. Mas, de 710 a 784 d.C.., foi promovida a capital revolucionária. Por essa altura, a sociedade japonesa era predominantemente rural, assente em aldeias primitivas e constituída por comunidades que adoravam os kamis (espíritos) das forças naturais e dos seus antepassados.

Ritual budista com incenso, templo Todai ji, Nara, Japão

Casal coloca um pau de incenso à entrada do Grande Salão de Buda.

Mas a influência política e cultural da poderosa China fazia-se sentir como nunca.

E, quando os imperadores ditaram a construção de Heijo-Kyo (antecessora de Nara), segundo a grelha e o modelo confucionista de Chang’an (a Xi’an actual), uma cidade de palácios, sedas, riqueza e opulência generalizada alteraram para sempre a paisagem local, até então formada por florestas e campos agrícolas.

Da China chegaram também a escrita (que os japoneses continuam a usar enquanto alfabeto kanji) e várias correntes artísticas.

E a Passagem do Budismo de um lado ao outro do Mar do Japão

O desenvolvimento cultural mais importante protagonizado por Nara foi, no entanto, o florescimento do Budismo, consolidado pela instalação de grandes mosteiros e das respectivas escolas de pensamento que se tinham distinguido o outro lado do Mar do Japão, durante a dinastia Tang.

A prática da nova religião começou por se cingir à capital mas, sob a regência do Príncipe Shotoku, influenciou em definitivo o governo nipónico que se deixou fascinar em especial pelo Sutra da Luz Dourada, segundo o qual Buda era definido não só como um ser humano histórico mas como a Lei e a Verdade do Universo.

Pontas Douradas do Grande Salão de Buda, templo Todai ji, Nara, Japão

Pormenor da arquitectura budista do Grande Salão de Buda.

A adopção pelos governantes e pela aristocracia palaciana, em geral, concedeu ao budismo uma vitalidade inédita e os seus ensinamentos – adaptados à realidade e cruzados com a mitologia milenar xintoísta – depressa contagiaram as ilhas japonesas.

Nos dias que correm, o budismo continua a reger a sua espiritualidade e a cultura, em sintonia com os preceitos bem mais antigos do xintoísmo.

Em Nara, como um pouco por todo o país, esta dicotomia exibe-se nas mais variadas formas, das requintadas e sublimes às mais caricatas.

Visitantes vs Veados, a batalha incontornável de Todai-ji e do Nara Park

Uma multidão longitudinal percorre a avenida secular que conduz ao exterior do santuário Todai-ji e ao coração do vasto Nara Park.

Multidão de visitantes do Todai ji em Nara, Japão

Visitantes percorrem a alameda que conduz ao templo Todai-ji

O seu fluxo é perturbado apenas pela presença de esquadrões dos famosos veados da cidade (cervus nippon) que se mantêm de faro apurado e perscrutam os transeuntes para mendigarem ou lhes roubarem as iguarias que transportam, em especial, os biscoitos shika sembei, à venda em bancas distribuídas pelos jardins e concentradas à porta dos monumentos.

De início divertidos com as más experiências alheias, não tardamos a ver-nos também aflitos e a termos que correr para nos livrarmos das suas perseguições implacáveis.

Visitantes do templo Todai Ji e veado, Nara, Japão

Casal espreita para dentro de uma vedação de madeira, ao lado de um veado que aguarda a sua oportunidade.

De acordo com a mitologia xintoísta registada no santuário Kazuga de Nara, o deus Takemikazuchi teria chegado montado num veado branco para proteger a recém-construída capital.

Quando a lenda se popularizou, os animais passaram a ser considerados mensageiros sagrados dos deuses. Vários séculos depois, ainda vagueiam pelas ruas e parques, agora protegidos pela legislação da cidade.

Visitante acossado por veado, templo Todai-ji, Nara, Japão

Visitante foge de um veado perseguidor para lá de um portal de acesso ao templo

Um Providencial Refúgio nas Alturas

Desesperados para nos livrarmos do assédio dos cervídeos, subimos ao ponto mais elevado da povoação, o monte Kaigahira-yama (822m). Dali, desvendamos um panorama impressionante sobre a cidade em geral e alguns dos edifícios imponentes que dela se projectam.

Também observamos como o inevitável desenvolvimento urbanístico tinha invadido o vale contíguo, se estendia em redor do centro histórico e a partir do eixo urbanístico que é a Sanjo-dori, a mais importante das suas avenidas comerciais.

Essa era, todavia, a Nara contemporânea. Reservámo-la para os dias de Kansai que se seguiam.

Tóquio, Japão

A Noite Sem Fim da Capital do Sol Nascente

Dizer que Tóquio não dorme é eufemismo. Numa das maiores e mais sofisticadas urbes à face da Terra, o crepúsculo marca apenas o renovar do quotidiano frenético. E são milhões as suas almas que, ou não encontram lugar ao sol, ou fazem mais sentido nos turnos “escuros” e obscuros que se seguem.
Bingling Si, China

O Desfiladeiro dos Mil Budas

Durante mais de um milénio e, pelo menos sete dinastias, devotos chineses exaltaram a sua crença religiosa com o legado de esculturas num estreito remoto do rio Amarelo. Quem desembarca no Desfiladeiro dos Mil Budas, pode não achar todas as esculturas mas encontra um santuário budista deslumbrante.
Guwahati, India

A Cidade que Venera Kamakhya e a Fertilidade

Guwahati é a maior cidade do estado de Assam e do Nordeste indiano. Também é uma das que mais se desenvolve do mundo. Para os hindus e crentes devotos do Tantra, não será coincidência lá ser venerada Kamakhya, a deusa-mãe da criação.
Quioto, Japão

O Templo de Quioto que Renasceu das Cinzas

O Pavilhão Dourado foi várias vezes poupado à destruição ao longo da história, incluindo a das bombas largadas pelos EUA mas não resistiu à perturbação mental de Hayashi Yoken. Quando o admirámos, luzia como nunca.
Miyajima, Japão

Xintoísmo e Budismo ao Sabor das Marés

Quem visita o tori de Itsukushima admira um dos três cenários mais reverenciados do Japão. Na ilha de Miyajima, a religiosidade nipónica confunde-se com a Natureza e renova-se com o fluir do Mar interior de Seto.
Lhasa, Tibete

Quando o Budismo se Cansa da Meditação

Nem só com silêncio e retiro espiritual se procura o Nirvana. No Mosteiro de Sera, os jovens monges aperfeiçoam o seu saber budista com acesos confrontos dialécticos e bateres de palmas crepitantes.
Takayama, Japão

Takayama do Japão Antigo e da Hida Medieval

Em três das suas ruas, Takayama retém uma arquitectura tradicional de madeira e concentra velhas lojas e produtoras de saquê. Em redor, aproxima-se dos 100.000 habitantes e rende-se à modernidade.
Quioto, Japão

Um Japão Milenar Quase Perdido

Quioto esteve na lista de alvos das bombas atómicas dos E.U.A. e foi mais que um capricho do destino que a preservou. Salva por um Secretário de Guerra norte-americano apaixonado pela sua riqueza histórico-cultural e sumptuosidade oriental, a cidade foi substituída à última da hora por Nagasaki no sacrifício atroz do segundo cataclismo nuclear.
Magome-Tsumago, Japão

Magome a Tsumago: o Caminho Sobrelotado Para o Japão Medieval

Em 1603, o xogum Tokugawa ditou a renovação de um sistema de estradas já milenar. Hoje, o trecho mais famoso da via que unia Edo a Quioto é percorrido por uma turba ansiosa por evasão.
Lhasa, Tibete

Sera, o Mosteiro do Sagrado Debate

Em poucos lugares do mundo se usa um dialecto com tanta veemência como no mosteiro de Sera. Ali, centenas de monges travam, em tibetano, debates intensos e estridentes sobre os ensinamentos de Buda.
Bagan, Myanmar

A Planície dos Pagodes, Templos e Redenções Celestiais

A religiosidade birmanesa sempre assentou num compromisso de redenção. Em Bagan, os crentes endinheirados e receosos continuam a erguer pagodes na esperança de conquistarem a benevolência dos deuses.
Quioto, Japão

Uma Fé Combustível

Durante a celebração xintoísta de Ohitaki são reunidas no templo de Fushimi preces inscritas em tabuínhas pelos fiéis nipónicos. Ali, enquanto é consumida por enormes fogueiras, a sua crença renova-se.
Okinawa, Japão

Danças de Ryukyu: têm séculos. Não têm grandes pressas.

O reino Ryukyu prosperou até ao século XIX como entreposto comercial da China e do Japão. Da estética cultural desenvolvida pela sua aristocracia cortesã contaram-se vários estilos de dança vagarosa.
Iriomote, Japão

Iriomote, uma Pequena Amazónia do Japão Tropical

Florestas tropicais e manguezais impenetráveis preenchem Iriomote sob um clima de panela de pressão. Aqui, os visitantes estrangeiros são tão raros como o yamaneko, um lince endémico esquivo.
Nikko, Japão

O Derradeiro Cortejo do Xogum Tokugawa

Em 1600, Ieyasu Tokugawa inaugurou um xogunato que uniu o Japão por 250 anos. Em sua homenagem, Nikko re-encena, todos os anos, a transladação medieval do general para o mausoléu faustoso de Toshogu.
Okinawa, Japão

O Pequeno Império do Sol

Reerguida da devastação causada pela 2ª Guerra Mundial, Okinawa recuperou a herança da sua civilização secular ryukyu. Hoje, este arquipélago a sul de Kyushu abriga um Japão à margem, prendado por um oceano Pacífico turquesa e bafejado por um peculiar tropicalismo nipónico.
Ogimashi, Japão

Uma Aldeia Fiel ao A

Ogimashi revela uma herança fascinante da adaptabilidade nipónica. Situada num dos locais mais nevosos à face da Terra, esta povoação aperfeiçoou casas com verdadeiras estruturas anti-colapso.
Japão

O Império das Máquinas de Bebidas

São mais de 5 milhões as caixas luminosas ultra-tecnológicas espalhadas pelo país e muitas mais latas e garrafas exuberantes de bebidas apelativas. Há muito que os japoneses deixaram de lhes resistir.
Tóquio, Japão

Pachinko: o Vídeo - Vício Que Deprime o Japão

Começou como um brinquedo mas a apetência nipónica pelo lucro depressa transformou o pachinko numa obsessão nacional. Hoje, são 30 milhões os japoneses rendidos a estas máquinas de jogo alienantes.
Hiroxima, Japão

Hiroxima: uma Cidade Rendida à Paz

Em 6 de Agosto de 1945, Hiroxima sucumbiu à explosão da primeira bomba atómica usada em guerra. Volvidos 70 anos, a cidade luta pela memória da tragédia e para que as armas nucleares sejam erradicadas até 2020.
savuti, botswana, leões comedores de elefantes
Safari
Savuti, Botswana

Os Leões Comedores de Elefantes de Savuti

Um retalho do deserto do Kalahari seca ou é irrigado consoante caprichos tectónicos da região. No Savuti, os leões habituaram-se a depender deles próprios e predam os maiores animais da savana.
Fieis acendem velas, templo da Gruta de Milarepa, Circuito Annapurna, Nepal
Annapurna (circuito)
Circuito Annapurna: 9º Manang a Milarepa Cave, Nepal

Uma Caminhada entre a Aclimatização e a Peregrinação

Em pleno Circuito Annapurna, chegamos por fim a Manang (3519m). Ainda a precisarmos de aclimatizar para os trechos mais elevados que se seguiam, inauguramos uma jornada também espiritual a uma caverna nepalesa de Milarepa (4000m), o refúgio de um siddha (sábio) e santo budista.
Arquitectura & Design
Napier, Nova Zelândia

De volta aos Anos 30 – Calhambeque Tour

Numa cidade reerguida em Art Deco e com atmosfera dos "anos loucos" e seguintes, o meio de locomoção adequado são os elegantes automóveis clássicos dessa era. Em Napier, estão por toda a parte.
Pleno Dog Mushing
Aventura
Seward, Alasca

O Dog Mushing Estival do Alasca

Estão quase 30º e os glaciares degelam. No Alasca, os empresários têm pouco tempo para enriquecer. Até ao fim de Agosto, o dog mushing não pode parar.
Cerimónias e Festividades
Pentecostes, Vanuatu

Naghol: O Bungee Jumping sem Modernices

Em Pentecostes, no fim da adolescência, os jovens lançam-se de uma torre apenas com lianas atadas aos tornozelos. Cordas elásticas e arneses são pieguices impróprias de uma iniciação à idade adulta.
Cavaleiros cruzam a Ponte do Carmo, Pirenópolis, Goiás, Brasil
Cidades
Pirenópolis, Brasil

Uma Pólis nos Pirinéus Sul-Americanos

Minas de Nossa Senhora do Rosário da Meia Ponte foi erguida por bandeirantes portugueses, no auge do Ciclo do Ouro. Por saudosismo, emigrantes provavelmente catalães chamaram à serra em redor de Pireneus. Em 1890, já numa era de independência e de incontáveis helenizações das suas urbes, os brasileiros baptizaram esta cidade colonial de Pirenópolis.
Comida
Mercados

Uma Economia de Mercado

A lei da oferta e da procura dita a sua proliferação. Genéricos ou específicos, cobertos ou a céu aberto, estes espaços dedicados à compra, à venda e à troca são expressões de vida e saúde financeira.
Tatooine na Terra
Cultura
Matmata, Tataouine:  Tunísia

A Base Terrestre da Guerra das Estrelas

Por razões de segurança, o planeta Tatooine de "O Despertar da Força" foi filmado em Abu Dhabi. Recuamos no calendário cósmico e revisitamos alguns dos lugares tunisinos com mais impacto na saga.  
Bungee jumping, Queenstown, Nova Zelândia
Desporto
Queenstown, Nova Zelândia

Queenstown, a Rainha dos Desportos Radicais

No séc. XVIII, o governo kiwi proclamou uma vila mineira da ilha do Sul "fit for a Queen". Hoje, os cenários e as actividades radicais reforçam o estatuto majestoso da sempre desafiante Queenstown.
Serra da Leba, a estrada aos esses projectada pelo Eng. Edgar Cardoso
Em Viagem
Serra da Leba, Angola

Aos Esses. Pela História de Angola.

Uma estrada ousada e providencial inaugurada nas vésperas da Revolução dos Cravos liga a planura do Namibe às alturas verdejantes da Serra da Leba. As suas sete curvas em gancho surgem no enfiamento de um passado colonial atribulado. Dão acesso a alguns dos cenários mais grandiosos de África.
Desfile de nativos-mericanos, Pow Pow, Albuquerque, Novo México, Estados Unidos
Étnico
Albuquerque, E.U.A.

Soam os Tambores, Resistem os Índios

Com mais de 500 tribos presentes, o pow wow "Gathering of the Nations" celebra o que de sagrado subsiste das culturas nativo-americanas. Mas também revela os danos infligidos pela civilização colonizadora.
Ocaso, Avenida dos Baobás, Madagascar
Portfólio Fotográfico Got2Globe

Dias Como Tantos Outros

Dominica, Soufriére e Scotts Head, fundo da ilha
História
Soufriére e Scotts Head, Dominica

A Vida que Pende da Ilha Caribenha da Natureza

Tem a fama da ilha mais selvagem das Caraíbas e, chegados ao seu fundo, continuamos a confirmá-lo. De Soufriére ao limiar habitado sul de Scotts Head, a Dominica mantém-se extrema e difícil de domar.
Caiaquer no lago Sinclair, Cradle Mountain - Lake Sinclair National Park, Tasmania, Austrália
Ilhas
À Descoberta de Tassie, Parte 4 -  Devonport a Strahan, Austrália

Pelo Oeste Selvagem da Tasmânia

Se a quase antípoda Tazzie já é um mundo australiano à parte, o que dizer então da sua inóspita região ocidental. Entre Devonport e Strahan, florestas densas, rios esquivos e um litoral rude batido por um oceano Índico quase Antárctico geram enigma e respeito.
Geotermia, Calor da Islândia, Terra do Gelo, Geotérmico, Lagoa Azul
Inverno Branco
Islândia

O Aconchego Geotérmico da Ilha do Gelo

A maior parte dos visitantes valoriza os cenários vulcânicos da Islândia pela sua beleza. Os islandeses também deles retiram calor e energia cruciais para a vida que levam às portas do Árctico.
José Saramago em Lanzarote, Canárias, Espanha, Glorieta de Saramago
Literatura
Lanzarote, Canárias, Espanha

A Jangada de Basalto de José Saramago

Em 1993, frustrado pela desconsideração do governo português da sua obra “O Evangelho Segundo Jesus Cristo”, Saramago mudou-se com a esposa Pilar del Río para Lanzarote. De regresso a esta ilha canária algo extraterrestre, reencontramos o seu lar. E o refúgio da censura a que o escritor se viu votado.
Terraços de Sistelo, Serra do Soajo, Arcos de Valdevez, Minho, Portugal
Natureza
Sistelo, Peneda-Gerês, Portugal

Do “Pequeno Tibete Português” às Fortalezas do Milho

Deixamos as fragas da Srª da Peneda, rumo a Arcos de ValdeVez e às povoações que um imaginário erróneo apelidou de Pequeno Tibete Português. Dessas aldeias socalcadas, passamos por outras famosas por guardarem, como tesouros dourados e sagrados, as espigas que colhem. Caprichoso, o percurso revela-nos a natureza resplandecente e a fertilidade verdejante destas terras da Peneda-Gerês.
Estátua Mãe-Arménia, Erevan, Arménia
Outono
Erevan, Arménia

Uma Capital entre o Leste e o Ocidente

Herdeira da civilização soviética, alinhada com a grande Rússia, a Arménia deixa-se seduzir pelos modos mais democráticos e sofisticados da Europa Ocidental. Nos últimos tempos, os dois mundos têm colidido nas ruas da sua capital. Da disputa popular e política, Erevan ditará o novo rumo da nação.
Parques Naturais
Circuito Annapurna: 5º - Ngawal a BragaNepal

Rumo a Braga. A Nepalesa.

Passamos nova manhã de meteorologia gloriosa à descoberta de Ngawal. Segue-se um curto trajecto na direcção de Manang, a principal povoação no caminho para o zénite do circuito Annapurna. Ficamo-nos por Braga (Braka). A aldeola não tardaria a provar-se uma das suas mais inolvidáveis escalas.
Entrada para a Cidade das Areias de Dunhuang, China
Património Mundial UNESCO
Dunhuang, China

Um Oásis na China das Areias

A milhares de quilómetros para oeste de Pequim, a Grande Muralha tem o seu extremo ocidental e a China é outra. Um inesperado salpicado de verde vegetal quebra a vastidão árida em redor. Anuncia Dunhuang, antigo entreposto crucial da Rota da Seda, hoje, uma cidade intrigante na base das maiores dunas da Ásia.
Mascarado de Zorro em exibição num jantar da Pousada Hacienda del Hidalgo, El Fuerte, Sinaloa, México
Personagens
El Fuerte, Sinaloa, México

O Berço de Zorro

El Fuerte é uma cidade colonial do estado mexicano de Sinaloa. Na sua história, estará registado o nascimento de Don Diego de La Vega, diz-se que numa mansão da povoação. Na sua luta contra as injustiças do jugo espanhol, Don Diego transformava-se num mascarado esquivo. Em El Fuerte, o lendário “El Zorro” terá sempre lugar.
Tarrafal, Santiago, Cabo Verde, Baía do Tarrafal
Praias
Tarrafal, Santiago, Cabo Verde

O Tarrafal da Liberdade e da Vida Lenta

A vila de Tarrafal delimita um recanto privilegiado da ilha de Santiago, com as suas poucas praias de areia branca. Quem por lá se encanta tem ainda mais dificuldade em entender a atrocidade colonial do vizinho campo prisional.
igreja, nossa senhora, virgem, guadalupe, mexico
Religião
San Cristobal de las Casas a Campeche, México

Uma Estafeta de Fé

Equivalente católica da Nª Sra. de Fátima, a Nossa Senhora de Guadalupe move e comove o México. Os seus fiéis cruzam-se nas estradas do país, determinados em levar a prova da sua fé à patrona das Américas.
Comboio Kuranda train, Cairns, Queensland, Australia
Sobre Carris
Cairns-Kuranda, Austrália

Comboio para o Meio da Selva

Construído a partir de Cairns para salvar da fome mineiros isolados na floresta tropical por inundações, com o tempo, o Kuranda Railway tornou-se no ganha-pão de centenas de aussies alternativos.
Vegetais, Little India, Singapura de Sari, Singapura
Sociedade
Little India, Singapura

Little Índia. A Singapura de Sari

São uns milhares de habitantes em vez dos 1.3 mil milhões da pátria-mãe mas não falta alma à Little India, um bairro da ínfima Singapura. Nem alma, nem cheiro a caril e música de Bollywood.
saksun, Ilhas Faroé, Streymoy, aviso
Vida Quotidiana
Saksun, StreymoyIlhas Faroé

A Aldeia Faroesa que Não Quer ser a Disneylandia

Saksun é uma de várias pequenas povoações deslumbrantes das Ilhas Faroé, que cada vez mais forasteiros visitam. Diferencia-a a aversão aos turistas do seu principal proprietário rural, autor de repetidas antipatias e atentados contra os invasores da sua terra.
Pisteiro San em acção na Torra Conservancy, Namibia
Vida Selvagem
Palmwag, Namíbia

Em Busca de Rinocerontes

Partimos do âmago do oásis gerado pelo rio Uniab, habitat do maior número de rinocerontes negros do sudoeste africano. Nos passos de um pisteiro bosquímano, seguimos um espécime furtivo, deslumbrados por um cenário com o seu quê de marciano.
The Sounds, Fiordland National Park, Nova Zelândia
Voos Panorâmicos
Fiordland, Nova Zelândia

Os Fiordes dos Antipodas

Um capricho geológico fez da região de Fiordland a mais crua e imponente da Nova Zelândia. Ano após anos, muitos milhares de visitantes veneram o sub-domínio retalhado entre Te Anau e Milford Sound.