Viajar Não Custa

Na próxima viagem, não deixe o seu dinheiro voar


Capitalismo Oriental

Clientes deixam a loja requintada da Prada, em Tóquio.

Promo nipónica

Jovens vendedores de uma loja de Osaka fazem grande espalhafato para promover um qualquer produto em promoção.

Nem só a altura do ano e antecedência com que reservamos voos, estadias etc têm influência no custo de uma viagem. As formas de pagamento que usamo nos destinos pode representar uma grande diferença.

É uma das inúmeras decisões a tomar na preparação de uma viagem e quanto mais longa e complexa for essa viagem mais deverá o assunto ser ponderado. Quais são melhores opções para transportar dinheiro? Quais são as melhores formas de pagamentos quando estiver pelo estrangeiro?

Chegará só uma solução ou será melhor recorrer a mais? Será melhor arriscar mais um qualquer incidente com dinheiro físico e perder menos com taxas e comissões ou jogar pelo seguro e contar com uma boa verba desperdiçada ? Neste artigo não lhe vamos obviamente dar conclusões em função de cada país.

Lembre-se que existem mais de 200. Vamos sim esclarecer de uma forma genérica quais são as principais vantagens e desvantagens de cada sistema de transporte de dinheiro e de pagamento. Aplique estas vantagens ao que sabe de cada país e ser-lhe-á mais fácil apurar quais as soluções ideais.

Dinheiro:

É uma forma de pagamento milenar, universal e que continua, na maior parte dos casos a ser muito conveniente.

Principais Vantagens

1- Simplicidade e universalidade de uso

2- Dinheiro desperdiçado apenas aquando da operação de câmbio

3- Reduzido risco de fraude

Principais Desvantagens

1) países com elevado risco de roubo ou furto. Aplicam-se a este caso, os países em que a diferença entre o câmbio oficial e o câmbio no mercado negro é abismal como, por exemplo, na actualidade a Venezuela. Esta diferença faz com que a maior parte dos visitantes se sintam compelidos a operações de troca de dinheiro “ilegais” na rua, potencialmente arriscadas.

2) Limites de verba para entrada em determinados países.

3) Países com taxas de inflação e de câmbio elevadíssimas como por exemplo o Zimbabué em que 1 dólar valia “uma caixa cheia de notas de dólares do Zimbabué“.

Dica:

1- Não guarde todo o dinheiro no mesmo sítio.

2 – Sempre que possível, encomende dinheiro noutras moedas online com antecedência para conseguir taxas de câmbio muito melhores que as dos aeroportos ou do centro das cidades.

Cartão de Crédito: 

Fácil de usar e cada vez mais popular. Permite pagamentos nos estabelecimentos mais sofisticados e levantamentos nas máquinas ATM de todo o Mundo.

Principais Vantagens

​1) Evitam o risco de perda definitiva do dinheiro

2) Seguros, milhas, descontos e outros benefícios e privilégios associados podem revelar-se úteis

3) Muitos não têm sequer anuidade

Principais Desvantagens

1) Custo de cada uso agravado pela acumulação de duas taxas: uma de câmbio e outra relativa à transação. Estas taxas variam muito de cartão para cartão. 

2) Países pouco desenvolvidos podem ter poucas infra-estruturas – terminais, ATMs – para seu uso.

3) Nem todas as empresas são sempre aceites por todos os ATMs. Viagens mais longas requerem que se use vários cartões das empresas mais populares.

4) O plafond pode ficar rapidamente esgotado se alugar vários carros de seguida e usar um mesmo cartão para deixar caução.

5) Países em que a diferença entre o câmbio oficial e o câmbio no mercado negro é abismal como, por exemplo, na actualidade a Venezuela.

Esta diferença faz com que a maior parte dos visitantes se sintam compelidos a operações de troca de dinheiro “ilegais” na rua, potencialmente mas não obrigatoriamente arriscadas. Cada vez que levanta dinheiro com cartão de crédito ou débito está a perder muito dinheiro face ao câmbio da vida real do pais.

6) Risco de fraude por clonagem e outras formas

Dica:

Procure com paciência por cartões que cobrem taxas reduzidas ou não cobrem taxas por levantamentos ou transacções internacionais. Se o conseguir, vai poupar muito dinheiro, ainda mais em viagens longas.

Cartão de Débito: 

Não tão universalmente aceite como o cartão de crédito. O dinheiro que tem na sua conta é o dinheiro que pode gastar. Se o saldo da sua conta chegar a zero já não consegue levantar ou pagar mais nada. 

Principais Vantagens:

​1) Evitam o risco de perda definitiva do dinheiro

2) Seguros, milhas, descontos e outros benefícios e privilégios associados podem revelar-se muito úteis

3) Muitos não têm sequer anuidade

Principais Desvantagens:

1) Países pouco desenvolvidos podem ter poucas infra-estruturas – terminais, ATMs – para seu uso

2) Não é aceite em todos os estabelecimentos e ATMs

3) taxas por levantamentos e pagamentos associadas possivelmente elevadas e que variam de banco para banco e de conta para conta, por vezes, sem grande lógica.

4) Risco de fraude por clonagem e outras formas

Dica:

Caso for confrontado com a hipótese de pagar na sua própria moeda recuse. É mais que certo que vai pagar com uma taxa de câmbio desfavorável.

Cartão Pré-Pago numa Determinada Moeda: 

Tem ganho muitos adeptos nos últimos tempos em parte devido à flexibilidade que proporciona. Permite transferência online de dinheiro e o uso posterior como se se tratasse de um cartão de crédito ou de débito.

Principais Vantagens

​1) Evitam o risco de perda definitiva do dinheiro

2) Versatilidade do uso online

Principais Desvantagens:

Diversas taxas que diferem de cartão para cartão. Podem ser cobradas para activação, levantamento em ATMs, e até por inactividade do cartão.

Dica:

Estabeleça um tecto máximo para os levantamentos que poderá fazer para rentabilizar ao máximo estes cartões.

Viajar não custa

Sincronize-se com as Horas de Check-In e Check-Out

Após um longo voo ou sequência de voos, chega ao hotel de rastos mas tem que esperar para poder dar entrada no quarto. Saiba o que pode fazer para precaver ou suavizar esse drama.
Viajar não custa

Reserve Estadias Confortáveis Também para as Suas Finanças

Tal como acontece com os voos, marcar alojamento tem os seus segredos. Saiba quais as estratégias para garantir estadias acolhedoras e financeiramente recompensadoras.
Viajar Não Custa

Compre Voos Antes de os Preços Descolarem

Conseguir voos baratos tornou-se quase uma ciência. Fique a par dos princípios porque se rege o mercado das tarifas aéreas e evite o desconforto financeiro de comprar em má hora.
Jet Lag (Parte 1)

Evite a Turbulência do Pós-voo

Quando voamos através de mais que 3 fusos horários, o relógio interno que regula o nosso organismo confunde-se. O máximo que podemos fazer é aliviar o mal-estar que sentimos até se voltar a acertar.
Couchsurfing (Parte 1)

Mi Casa, Su Casa

Em 2003, uma nova comunidade online globalizou um antigo cenário de hospitalidade, convívio e de interesses. Hoje, o Couchsurfing acolhe milhões de viajantes, mas não deve ser praticado de ânimo leve.
Volta ao Mundo - Parte 1

Viajar Traz Sabedoria. Saiba como dar a Volta ao Mundo.

A Terra gira sobre si própria todos os dias. Nesta série de artigos, encontra esclarecimentos e conselhos indispensáveis a quem faz questão de a circundar pelo menos uma vez na vida.

Mal de Altitude: não é mau. É péssimo!

Em viagem, acontece vermo-nos confrontados com a falta de tempo para explorar um lugar tão imperdível como elevado. Ditam a medicina e as experiências prévias com o Mal de Altitude que não devemos arriscar subir à pressa.

Apia, Samoa Ocidental

A Anfitriã do Pacífico do Sul

Vendeu burgers aos GI’s na 2ª Guerra Mundial e abriu um hotel que recebeu Marlon Brando e Gary Cooper. Aggie Grey faleceu em 1988 mas o seu legado de acolhimento perdura no Pacífico do Sul.

Templo Nigatsu, Nara, Japão
Kikuno
Nara, Japão

Budismo vs Modernismo: a Face Dupla de Nara

No século VIII d.C. Nara foi a capital nipónica. Durante 74 anos desse período, os imperadores ergueram templos e santuários em honra do Budismo, a religião recém-chegada do outro lado do Mar do Japão. Hoje, só esses mesmos monumentos, a espiritualidade secular e os parques repletos de veados protegem a cidade do inexorável cerco da urbanidade.
Music Theatre and Exhibition Hall, Tbilissi, Georgia
Arquitectura & Design
Tbilisi, Geórgia

Geórgia ainda com Perfume a Revolução das Rosas

Em 2003, uma sublevação político-popular fez a esfera de poder na Geórgia inclinar-se do Leste para Ocidente. De então para cá, a capital Tbilisi não renegou nem os seus séculos de história também soviética, nem o pressuposto revolucionário de se integrar na Europa. Quando a visitamos, deslumbramo-nos com a fascinante mixagem das suas passadas vidas.
Doca gelada
Aventura

Ilha Hailuoto, Finlândia

Um Refúgio no Golfo de Bótnia

Durante o Inverno, Hailuoto está ligada à restante Finlândia pela maior estrada de gelo do país. A maior parte dos seus 986 habitantes estima, acima de tudo, o distanciamento que a ilha lhes concede.

A Crucificação em Helsínquia
Cerimónias e Festividades

Helsínquia, Finlândia

Uma Via Crucis Frígido-Erudita

Chegada a Semana Santa, Helsínquia exibe a sua crença. Apesar do frio de congelar, actores pouco vestidos protagonizam uma re-encenação sofisticada da Via Crucis por ruas repletas de espectadores.

Cores e sombras
Cidades

Mérida, México

A Mais Exuberante das Méridas

Em 25 a.C, os romanos fundaram Emerita Augusta, capital da Lusitânia. A expansão espanhola gerou três outras Méridas no mundo. Das quatro, a capital do Iucatão é a mais colorida e animada, resplandecente de herança colonial hispânica e vida multiétnica.

Comodidade até na Natureza
Comida

Tóquio, Japão

O Império das Máquinas de Bebidas

São mais de 5 milhões as caixas luminosas ultra-tecnológicas espalhadas pelo país e muitas mais latas e garrafas exuberantes de bebidas apelativas. Há muito que os japoneses deixaram de lhes resistir.

Mar-de-Parra
Cultura

Mendoza, Argentina

A Eno-Província Argentina

Os missionários espanhóis perceberam, no século XVI, que a zona estava talhada para a produção do “sangue de Cristo”. Hoje, Mendoza está no centro da maior região vinícola da América Latina.

Bola de volta
Desporto

Melbourne, Austrália

O Futebol em que os Australianos Ditam as Regras

Apesar de praticado desde 1841, o AFL Rules football só conquistou parte da grande ilha. A internacionalização nunca passou do papel, travada pela concorrência do râguebi e do futebol clássico.

Mural Espacial
Em Viagem

Wycliffe Wells, Austrália

Os Ficheiros Pouco Secretos de Wycliffe Wells

Há décadas que os moradores, peritos de ovnilogia e visitantes testemunham avistamentos em redor de Wycliff Wells. Aqui, Roswell nunca serviu de exemplo e cada novo fenómeno é comunicado ao mundo.

Fila Vietnamita
Étnico

Nha Trang-Doc Let, Vietname

O Sal da Terra Vietnamita

Em busca de litorais atraentes na velha Indochina, desiludimo-nos com a rudeza balnear de Nha Trang. E é no labor feminino e exótico das salinas de Hon Khoi que encontramos um Vietname mais a gosto.

Crepúsculo exuberante
Fotografia
Luz Natural (Parte 2)

Um Sol, tantas Luzes

A maior parte das fotografias em viagem são tiradas com luz solar. A luz solar e a meteorologia formam uma interacção caprichosa. Saiba como a prever, detectar e usar no seu melhor.
Luzes de Ogimachi
História

Ogimashi, Japão

Uma Aldeia Fiel ao “A”

Ogimashi revela uma herança fascinante da adaptabilidade nipónica. Situada num dos locais mais nevosos à face da Terra, esta povoação aperfeiçoou casas com verdadeiras estruturas anti-colapso.

Realidade e fantasia
Ilhas

Guadalupe

Um Delicioso Contra-Efeito Borboleta

Guadalupe tem a forma de uma mariposa. Basta uma volta por esta Antilha para perceber porque a população se rege pelo mote Pas Ni Problem e levanta o mínimo de ondas, apesar das muitas contrariedades.

Recta Final
Inverno Branco

Inari, Lapónia, Finlândia

A Corrida Mais Louca do Topo do Mundo

Há séculos que os lapões da Finlândia competem a reboque das suas renas. Na final Kings Cup, confrontam-se a grande velocidade, bem acima do Círculo Polar Ártico e muito abaixo de zero.

Trio das alturas
Literatura

PN Manyara, Tanzânia

Na África Favorita de Hemingway

Situado no limiar ocidental do vale do Rift, o parque nacional lago Manyara é um dos mais diminutos mas encantadores e ricos em vida selvagem da Tanzânia. Em 1933, entre caça e discussões literárias, Ernest Hemingway dedicou-lhe um mês da sua vida atribulada. Narrou esses dias aventureiros de safari em “As Verdes Colinas de África”.

Encontro das águas, Manaus, Amazonas, Brasil
Natureza
Manaus, Brasil

Ao Encontro do Encontro das Águas

O fenómeno não é único mas, em Manaus, reveste-se de uma beleza e solenidade especial. A determinada altura, os rios Negro e Solimões convergem num mesmo leito do Amazonas mas, em vez de logo se misturarem, ambos os caudais prosseguem lado a lado. Enquanto exploramos estas partes da Amazónia, testemunhamos o insólito confronto do Encontro das Águas.
Aposentos dourados
Outono

Sheki, Azerbaijão

Outono no Cáucaso

Perdida entre as montanhas nevadas que separam a Europa da Ásia, Sheki é uma das povoações mais emblemáticas do Azerbaijão. A sua história em grande parte sedosa inclui períodos de grande aspereza. Quando a visitámos, tons pastéis de Outono davam mais cor a uma peculiar vida pós-soviética e muçulmana.

Parques Naturais
Miranda, Brasil

Maria dos Jacarés: o Pantanal abriga criaturas assim

Eurides Fátima de Barros nasceu no interior da região de Miranda. Há 38 anos, instalou-se e a um pequeno negócio à beira da BR262 que atravessa o Pantanal e ganhou afinidade com os jacarés que viviam à sua porta. Desgostosa por, em tempos, as criaturas ali serem abatidas, passou a tomar conta delas. Hoje conhecida por Maria dos Jacarés, deu nome de jogador ou treinador de futebol a cada um dos bichos. Também garante que reconhecem os seus chamamentos.
Banco improvisado
Património Mundial UNESCO
Ibo, Moçambique

Ilha de um Moçambique Ido

Foi fortificada, em 1791, pelos portugueses que expulsaram os árabes das Quirimbas e se apoderaram das suas rotas comerciais. Tornou-se o 2º entreposto português da costa oriental de África e, mais tarde, a capital da província de Cabo Delgado, Moçambique. Com o fim do tráfico de escravos na viragem para o século XX e a passagem da capital para Porto Amélia, a ilha Ibo viu-se no fascinante remanso em que se encontra.
De visita
Personagens

Rússia

O Escritor que Não Resistiu ao Próprio Enredo

Alexander Pushkin é louvado por muitos como o maior poeta russo e o fundador da literatura russa moderna. Mas Pushkin também ditou um epílogo quase tragicómico da sua prolífica vida.

Vista aérea de Moorea
Praias
Moorea, Polinésia Francesa

A Irmã Polinésia que Qualquer Ilha Gostaria de Ter

A meros 17km de Taiti, Moorea não conta com uma única cidade e abriga um décimo dos habitantes. Há muito que os taitianos veem o sol pôr-se e transformar a ilha ao lado numa silhueta enevoada para, horas depois, lhe devolver as cores e formas exuberantes. Para quem visita estas paragens longínquas do Pacífico, conhecer também Moorea é um privilégio a dobrar.
Celebração newar, Bhaktapur, Nepal
Religião
Bhaktapur, Nepal

As Máscaras Nepalesas da Vida

O povo indígena Newar do Vale de Katmandu atribui grande importância à religiosidade hindu e budista que os une uns aos outros e à Terra. De acordo, abençoa os seus ritos de passagem com danças newar de homens mascarados de divindades. Mesmo se há muito repetidas do nascimento à reencarnação, estas danças ancestrais não iludem a modernidade e começam a ver um fim.
Em manobras
Sobre carris

Fianarantsoa-Manakara, Madagáscar

A Bordo do TGV Malgaxe

Partimos de Fianarantsoa às 7a.m. Só às 3 da madrugada seguinte completámos os 170km para Manakara. Os nativos chamam a este comboio quase secular Train Grandes Vibrations. Durante a longa viagem, sentimos, bem fortes, as do coração de Madagáscar.

Coreografia pré-matrimonial
Sociedade

Old Jaffa, Israel

Onde Assenta a Cidade que Nunca Pára

Telavive é famosa pela noite mais intensa do Médio Oriente. Mas, se os seus jovens se divertem até à exaustão nas discotecas à beira Mediterrâneo, é cada vez mais na vizinha Old Jaffa que dão o nó.

Vendedores de fruta, Enxame, Moçambique
Vida Quotidiana
Enxame, Moçambique

Área de Serviço à Moda Moçambicana

Repete-se em quase todas as paragens em povoações de Moçambique dignas de aparecer nos mapas. O machimbombo (autocarro) detém-se e é cercado por uma multidão de empresários ansiosos. Os produtos oferecidos podem ser universais como água ou bolachas ou típicos da zona. Nesta região a uns quilómetros de Nampula, as vendas de fruta eram sucediam-se, sempre bastante intensas.
Homem em caique no Lago Saint Clair, Tasmânia, Austrália
Vida Selvagem
À Descoberta de Tassie, 2ª Parte, Tasmânia, Austrália

Tasmânia de Alto a Baixo

Há muito a vítima predilecta das anedotas australianas, a Tasmânia nunca perdeu o orgulho no jeito aussie mais rude ser. Tassie mantém-se envolta em mistério e misticismo numa espécie de traseiras dos antípodas. Neste artigo, narramos o percurso peculiar de Hobart, a capital instalada no sul improvável da ilha até à costa norte, a virada ao continente australiano.
Aterragem sobre o gelo
Voos Panorâmicos

Mount Cook, Nova Zelândia

A Conquista Aeronáutica dos Alpes do Sul

Em 1955, o piloto Harry Wigley criou um sistema de descolagem e aterragem sobre asfalto ou neve. Desde então, a sua empresa revela, a partir do ar, alguns dos cenários mais grandiosos da Oceania.