Mar Morto, Israel

À Tona d’água, nas Profundezas da Terra


É o lugar mais baixo à superfície do planeta e palco de várias narrativas bíblicas. Mas o Mar Morto também é especial pela concentração de sal que inviabiliza a vida mas sustém quem nele se banha.

O lugar provava-se épico.

Ocorre-nos que merecia uma apreciação condigna das alturas.

Uma vez que a varanda do hotel nos retalhava a vista, decidimos repetir procedimentos já habituais em viagem. Verificar como estaria o acesso ao topo daquele edifício quase industrial.

O elevador conduz-nos até a um andar próximo, não o último.

Mudamo-nos para as escadas de emergência que subimos até encontrarmos a derradeira porta de acesso ao terraço que testamos com uma espécie de curiosidade derrotista. Por norma, os hotéis têm estas passagens barradas e os pedidos de autorização resultam em longos processos burocráticos ou em negas puras e duras.

É, assim, com grande espanto que percebemos a porta abrir sem qualquer problema. Serpenteamos entre obstáculos estruturais, mobiliário mal armazenado e outros objectos de construção até que chegamos ao lado leste e somos prendados com a panorâmica que desejávamos.

Para baixo e para diante estendia-se o vasto Mar Morto, tão inerte quanto exuberante, disperso em tons de azul e verde esmeralda que nem a névoa provocada pela forte evaporação fazia sumir.

Mar Morto, Tona de água, Lugar Mais Baixo Terra, Israel, litoral

Vista de um sector azulado do Mar Morto, há muito em retrocesso face à dimensão e há algumas décadas.

A contê-lo, impunham-se, ali, margens montanhosas de terra poeirenta sobrevoada por bandos de corvos negros sustentados pelas correntes ascendentes geradas pelo calor à superfície.

Estamos uma dezenas de metros acima dos 423 abaixo do nível do mar a que se situa o estranho fenómeno geológico. Apesar da hora tardia, o termómetro ainda marca 38º e flutuam nele umas dezenas de banhistas em absoluto deleite.

Não tardamos a regressar ao solo. A juntarmo-nos àqueles resistentes.

Mar Morto, Tona de água, Lugar Mais Baixo Terra, Israel, convívio

Grupo de amigos conversa numa zona mais recatada do Mar Morto.

A Complexidade do Banho no Mar Morto

Entramos na água hipersalgada sem questões de maior excepto um ardor atroz em feridas nos joelhos resultantes de um qualquer descuido de dias anteriores.

Já a adaptação horizontal ao meio prova-se complicada, razão porque os hotéis instalam estruturas com degraus e corrimões que permitem aos banhistas entrar devagar e sem incidentes.

Banhistas convivem em redor de uma estrutura balnear de um dos hotéis nas margens do Mar Morto.

O Mar Morto tem quase dez vezes mais sal (33,7% ou 1.240g por litro) que os oceanos e é avesso a um normal afundamento do corpo.

Com esta mesma concentração exagerada da substância, castigou-nos com novo ardor aflitivo de cada vez que salpicámos os olhos ao nos aventurarmos com natações e movimentos por norma simples de executar.

Percebemos, pelos castigos da prática, a razão de a imagem mais popular de lazer neste líquido caprichoso ser a de alguém completamente imóvel, a ler um jornal.

Mar Morto, Tona de água, Lugar Mais Baixo Terra, Israel, leitura flutuante

Banhista lê um jornal israelita em flutação na água com enorme concentração de sal.

Entretanto, Oded, o guia israelita que nos conduzia por Israel, aparece. Diverte-se a ouvir os queixumes que lhe apresentamos.

“Pois, isso é muito comum acontecer a quem cá vem pela primeira vez.”, responde-nos. “Mas olhem que sei de coisas bem piores. Há uns anos, um alemão que andava de carro com amigos parou à beira da margem numa zona erma e resolveu mandar um mergulho do topo de uma rocha.

Acreditem ou não, foi parar ao hospital e acabou por morrer.”

Apesar da incoerência perante o seu nome que retrata o facto de não acolher qualquer forma de vida permanente – na realidade abriga 11 espécies distintas de bactérias – o Mar Morto também está moribundo.

Mar Morto: o Encolhimento do Lugar Mais Baixo à Superfície da Terra

Em tempos foi uma das cinco estâncias terapêuticas mais conceituadas do mundo, numa altura em que o frequentava o rei Herodes que construiu a fortaleza de Masada nas proximidades.

O futuro rei David, João Baptista e Jesus Cristo, entre outras personagens bíblicas, retiraram-se também para as suas margens, ou para as montanhas e grutas contíguas.

Nessa época, o Mar de Sal, como era conhecido, mantinha as dimensões originais. Mais recentemente, a água do rio Jordão que o alimenta passou a ser barrada pela construção de represas, reservatórios e assim desviada em contínuo por Israel, pela Jordânia e pela Síria para fins de consumo directo, agrícola e outros.

Como resultado, a superfície que chegava aos 395 m abaixo do nível do mar, em 1970, atingia já os 418 m, em 2006, e continuou a diminuir a um ritmo preocupante de quase 1 metro por ano, 30% em 30 anos.

Este encolhimento causou a sua divisão em dois corpos distintos: há actualmente uma bacia norte que é três vezes maior e 400 m mais profunda que a sul, esta, separada pela península de Lashon com origem na margem jordana.

A última bacia – aquela em que nos banhamos – não chega a ultrapassar os 6 metros e tem uma concentração de sal ainda maior que justifica o aparecimento de formações de cristal enigmáticas ao estilo de icebergs.

Mar Morto, Tona de água, Lugar Mais Baixo Terra, Israel, flutuação a 2

Casal boia sem dificuldade na água repleta de sal do Mar Morto, com a Jordânia na margem oposta.

As Armadilhas Geológicas do Mar Morto

Diz-se, por estes lados, de forma espirituosa, que o Mar Morto desenvolveu as suas formas de vingança e a verdade é que as autoridades israelitas têm que se esforçar para evitar que os visitantes delas sejam vítimas.

Enquanto percorremos a Highway 90 – a estrada mais profunda do mundo – vemos sucederem-se avisos excêntricos que alertam para o perigo dos sinkholes.

À medida que a água recua, deixa para trás depósitos de salmoura que são dissolvidos pela água doce da superfície e da chuva que, apesar de rara, se pode provar diluviana.

Aos poucos, o processo deu origem a milhares de buracos camuflados, armadilhas geológicas em que, de quando em quando, caem turistas.

Por sorte e algum cuidado nunca nos acontece tal desgraça.

O Ritual Terapêutico da Lama de Ein Gedi

Noutro dia de exploração, decidimos parar nas termas de Ein Gedi procuradas pelas propriedades nutritivas da lama que ali compõe o leito do mar ou, inclinamo-nos mais a acreditar, pela estranha diversão de com elas se poder cobrir e exibir o corpo.

Oded recusa-se a acompanhar-nos. “Fiz isso uma vez e não me volto a meter noutra! “ afiança-nos. Pelo contrário, um grupo de estudantes norte-americanos aproveita a experiência ao máximo e partilha entre si, os resultados visuais conseguidos:

“Estás demais Ken! Já vi zombies com melhor aspecto, podes acreditar”.

Mar Morto, Tona de água, Lugar Mais Baixo Terra, Israel, retoque lama

Homem cobre-se de argila das margens do Mar Morto, alegadamente terapêutica para a pele.

Não procuramos sequer resistir à cerimónia.

Besuntamo-nos da argamassa negra e dirigimo-nos com dezenas de criaturas congéneres, em cozedura sob o sol cruel que mantém seco o Deserto de Negev, para a paragem do pequeno comboio que nos havia de conduzir à praia, como o resto do mar, muito mais abaixo que há uns tempos.

Ali, dividimos o tempo entre banhar-nos e restabelecermos a cobertura com que tínhamos chegado.

Não há provas de que alguma das personagens bíblicas que passaram pelo Mar Morto se tenha metido em tais preparos.

Ou isso estará em falta na descoberta extraordinária que veio a revelar parte substancial da vida e da história do povo judeu na região.

Mar Morto, Tona de água, Lugar Mais Baixo Terra, Israel, repouso

Senhora boia no Mar Morto em trajes pouco adequados ao momento balnear.

Os Pergaminhos Históricos do Mar Morto

Em 1947, um jovem pastor beduíno procurava por uma cabra tresmalhada quando detectou e desenterrou jarras de argila que jaziam numa gruta junto ao topo de uma falésia, na proximidade de Qumran, uma povoação situada bem mais a norte de Ein Gedi, na margem ocidental.

Trabalhos arqueológicos posteriores desvendaram pergaminhos que incluíam livros do Velho Testamento, dos livros apócrifos e outros textos inéditos.

Também comprovaram que a gruta fazia parte de um assentamento dos Essénios, uma seita judaica refractária que acreditava ser o povo eleito de Israel e que se havia mudado para o deserto de Negev por volta de 150 a.C. para se proteger à decadência que considerava grassar entre os restantes judeus.

Mar Morto, Tona de água, Lugar Mais Baixo Terra, Israel, Até ao fim do dia

Banhistas mantêm-se dentro da água morna do Mar Morto, já sobre o anoitecer.

Será uma tarefa complexa, apurar, nos dias que correm, a razão desta seita.

A comprovarem-se as teorias de arqueólogos e outros estudiosos que defendem que Sodoma e Gomorra se situavam junto ao Mar Morto, caso os Essénios ali existissem alguns séculos antes, teriam tido muito mais motivos de queixa.

São João de Acre, Israel

A Fortaleza que Resistiu a Tudo

Foi alvo frequente das Cruzadas e tomada e retomada vezes sem conta. Hoje, israelita, Acre é partilhada por árabes e judeus. Vive tempos bem mais pacíficos e estáveis que aqueles por que passou.
Tsfat (Safed), Israel

Quando a Cabala é Vítima de Si Mesma

Nos anos 50, Tsfat congregava a vida artística da jovem nação israelita e recuperava a sua mística secular. Mas convertidos famosos como Madonna vieram perturbar a mais elementar discrição cabalista.
Jaffa, Israel

Onde Assenta a Telavive Sempre em Festa

Telavive é famosa pela noite mais intensa do Médio Oriente. Mas, se os seus jovens se divertem até à exaustão nas discotecas à beira Mediterrâneo, é cada vez mais na vizinha Old Jaffa que dão o nó.
Massada, Israel

Massada: a Derradeira Fortaleza Judaica

Em 73 d.C, após meses de cerco, uma legião romana constatou que os resistentes no topo de Massada se tinham suicidado. De novo judaica, esta fortaleza é agora o símbolo supremo da determinação sionista
Jaffa, Israel

Protestos Pouco Ortodoxos

Uma construção em Jaffa, Telavive, ameaçava profanar o que os judeus ultra-ortodoxos pensavam ser vestígios dos seus antepassados. E nem a revelação de se tratarem de jazigos pagãos os demoveu da contestação.
Monte Sinai, Egipto

Força nas Pernas e Fé em Deus

Moisés recebeu os Dez Mandamentos no cume do Monte Sinai e revelou-os ao povo de Israel. Hoje, centenas de peregrinos vencem, todas as noites, os 4000 degraus daquela dolorosa mas mística ascensão.
Jabula Beach, Kwazulu Natal, Africa do Sul
Safari
Santa Lucia, África do Sul

Uma África Tão Selvagem Quanto Zulu

Na eminência do litoral de Moçambique, a província de KwaZulu-Natal abriga uma inesperada África do Sul. Praias desertas repletas de dunas, vastos pântanos estuarinos e colinas cobertas de nevoeiro preenchem esta terra selvagem também banhada pelo oceano Índico. Partilham-na os súbditos da sempre orgulhosa nação zulu e uma das faunas mais prolíficas e diversificadas do continente africano.
Circuito Annapurna, Manang a Yak-kharka
Annapurna (circuito)
Circuito Annapurna 10º: Manang a Yak Kharka, Nepal

A Caminho das Terras (Mais) Altas dos Annapurnas

Após uma pausa de aclimatização na civilização quase urbana de Manang (3519 m), voltamos a progredir na ascensão para o zénite de Thorong La (5416 m). Nesse dia, atingimos o lugarejo de Yak Kharka, aos 4018 m, um bom ponto de partida para os acampamentos na base do grande desfiladeiro.
Lençóis da Bahia, Diamantes Eternos, Brasil
Arquitectura & Design
Lençois da Bahia, Brasil

Lençois da Bahia: nem os Diamantes São Eternos

No século XIX, Lençóis tornou-se na maior fornecedora mundial de diamantes. Mas o comércio das gemas não durou o que se esperava. Hoje, a arquitectura colonial que herdou é o seu bem mais precioso.
Salto Angel, Rio que cai do ceu, Angel Falls, PN Canaima, Venezuela
Aventura
PN Canaima, Venezuela

Kerepakupai, Salto Angel: O Rio Que Cai do Céu

Em 1937, Jimmy Angel aterrou uma avioneta sobre uma meseta perdida na selva venezuelana. O aventureiro americano não encontrou ouro mas conquistou o baptismo da queda d'água mais longa à face da Terra
Via Conflituosa
Cerimónias e Festividades
Jerusalém, Israel

Pelas Ruas Beliciosas da Via Dolorosa

Em Jerusalém, enquanto percorrem a Via Dolorosa, os crentes mais sensíveis apercebem-se de como a paz do Senhor é difícil de alcançar nas ruelas mais disputadas à face da Terra.
San Juan, Cidade Velha, Porto Rico, Reggaeton, bandeira em Portão
Cidades
San Juan, Porto Rico (Parte 2)

Ao Ritmo do Reggaeton

Os porto-riquenhos irrequietos e inventivos fizeram de San Juan a capital mundial do reggaeton. Ao ritmo preferido da nação, encheram a sua “Cidade Muralhada” de outras artes, de cor e de vida.
Comida
Margilan, Usbequistão

Um Ganha Pão do Uzbequistão

Numa de muitas padarias de Margilan, desgastado pelo calor intenso do forno tandyr, o padeiro Maruf'Jon trabalha meio-cozido como os distintos pães tradicionais vendidos por todo o Usbequistão
Celebração newar, Bhaktapur, Nepal
Cultura
Bhaktapur, Nepal

As Máscaras Nepalesas da Vida

O povo indígena Newar do Vale de Katmandu atribui grande importância à religiosidade hindu e budista que os une uns aos outros e à Terra. De acordo, abençoa os seus ritos de passagem com danças newar de homens mascarados de divindades. Mesmo se há muito repetidas do nascimento à reencarnação, estas danças ancestrais não iludem a modernidade e começam a ver um fim.
arbitro de combate, luta de galos, filipinas
Desporto
Filipinas

Quando só as Lutas de Galos Despertam as Filipinas

Banidas em grande parte do Primeiro Mundo, as lutas de galos prosperam nas Filipinas onde movem milhões de pessoas e de Pesos. Apesar dos seus eternos problemas é o sabong que mais estimula a nação.
Casario sofisticado de Tóquio, onde o Couchsurfing e os seus anfitriões abundam.
Em Viagem
Couchsurfing (Parte 1)

Mi Casa, Su Casa

Em 2003, uma nova comunidade online globalizou um antigo cenário de hospitalidade, convívio e de interesses. Hoje, o Couchsurfing acolhe milhões de viajantes, mas não deve ser praticado de ânimo leve.
Efate, Vanuatu, transbordo para o "Congoola/Lady of the Seas"
Étnico
Efate, Vanuatu

A Ilha que Sobreviveu a “Survivor”

Grande parte de Vanuatu vive num abençoado estado pós-selvagem. Talvez por isso, reality shows em que competem aspirantes a Robinson Crusoes instalaram-se uns atrás dos outros na sua ilha mais acessível e notória. Já algo atordoada pelo fenómeno do turismo convencional, Efate também teve que lhes resistir.
luz solar fotografia, sol, luzes
Portfólio Fotográfico Got2Globe
Luz Natural (Parte 2)

Um Sol, tantas Luzes

A maior parte das fotografias em viagem são tiradas com luz solar. A luz solar e a meteorologia formam uma interacção caprichosa. Saiba como a prever, detectar e usar no seu melhor.
Trycicles, Bacolod, Negros Occidental, Filipins
História
Bacolod, Filipinas

Doces Filipinas

Bacolod é a capital de Negros, a ilha no centro da produção filipina de cana de açúcar. De viagem pelos confins do Extremo-Oriente e entre a história e a contemporaneidade, saboreamos o âmago fascinante da mais Latina das Ásias.
Praia de El Cofete do cimo de El Islote, Fuerteventura, ilhas Canárias, Espanha
Ilhas
Fuerteventura, Ilhas Canárias, Espanha

A (a) Ventura Atlântica de Fuerteventura

Os romanos conheciam as Canárias como as ilhas afortunadas. Fuerteventura, preserva vários dos atributos de então. As suas praias perfeitas para o windsurf e o kite-surf ou só para banhos justificam sucessivas “invasões” dos povos do norte ávidos de sol. No interior vulcânico e rugoso resiste o bastião das culturas indígenas e coloniais da ilha. Começamos a desvendá-la pelo seu longilíneo sul.
Geotermia, Calor da Islândia, Terra do Gelo, Geotérmico, Lagoa Azul
Inverno Branco
Islândia

O Aconchego Geotérmico da Ilha do Gelo

A maior parte dos visitantes valoriza os cenários vulcânicos da Islândia pela sua beleza. Os islandeses também deles retiram calor e energia cruciais para a vida que levam às portas do Árctico.
Vista do topo do Monte Vaea e do tumulo, vila vailima, Robert Louis Stevenson, Upolu, Samoa
Literatura
Upolu, Samoa

A Ilha do Tesouro de Stevenson

Aos 30 anos, o escritor escocês começou a procurar um lugar que o salvasse do seu corpo amaldiçoado. Em Upolu e nos samoanos, encontrou um refúgio acolhedor a que entregou a sua vida de alma e coração.
Era Susi rebocado por cão, Oulanka, Finlandia
Natureza
PN Oulanka, Finlândia

Um Lobo Pouco Solitário

Jukka “Era-Susi” Nordman criou uma das maiores matilhas de cães de trenó do mundo. Tornou-se numa das personagens mais emblemáticas da Finlândia mas continua fiel ao seu cognome: Wilderness Wolf.
Sheki, Outono no Cáucaso, Azerbaijão, Lares de Outono
Outono
Sheki, Azerbaijão

Outono no Cáucaso

Perdida entre as montanhas nevadas que separam a Europa da Ásia, Sheki é uma das povoações mais emblemáticas do Azerbaijão. A sua história em grande parte sedosa inclui períodos de grande aspereza. Quando a visitámos, tons pastéis de Outono davam mais cor a uma peculiar vida pós-soviética e muçulmana.
Banhista, The Baths, Devil's Bay (The Baths) National Park, Virgin Gorda, Ilhas Virgens Britânicas
Parques Naturais
Virgin Gorda, Ilhas Virgens Britânicas

Os “Caribanhos” Divinais de Virgin Gorda

À descoberta das Ilhas Virgens, desembarcamos numa beira-mar tropical e sedutora salpicada de enormes rochedos graníticos. Os The Baths parecem saídos das Seicheles mas são um dos cenários marinhos mais exuberantes das Caraíbas.
agua grande plataforma, cataratas iguacu, brasil, argentina
Património Mundial UNESCO
Cataratas Iguaçu/Iguazu, Brasil/Argentina

O Troar da Grande Água

Após um longo percurso tropical, o rio Iguaçu dá o mergulho dos mergulhos. Ali, na fronteira entre o Brasil e a Argentina, formam-se as cataratas maiores e mais impressionantes à face da Terra.
Em quimono de elevador, Osaka, Japão
Personagens
Osaka, Japão

Na Companhia de Mayu

A noite japonesa é um negócio bilionário e multifacetado. Em Osaka, acolhe-nos uma anfitriã de couchsurfing enigmática, algures entre a gueixa e a acompanhante de luxo.
Avião em aterragem, Maho beach, Sint Maarten
Praias
Maho Beach, Sint Maarten

A Praia Caribenha Movida a Jacto

À primeira vista, o Princess Juliana International Airport parece ser apenas mais um nas vastas Caraíbas. Sucessivas aterragens a rasar a praia Maho que antecede a sua pista, as descolagens a jacto que distorcem as faces dos banhistas e os projectam para o mar, fazem dele um caso à parte.
Glamour vs Fé
Religião
Goa, Índia

O Último Estertor da Portugalidade Goesa

A proeminente cidade de Goa já justificava o título de “Roma do Oriente” quando, a meio do século XVI, epidemias de malária e de cólera a votaram ao abandono. A Nova Goa (Pangim) por que foi trocada chegou a sede administrativa da Índia Portuguesa mas viu-se anexada pela União Indiana do pós-independência. Em ambas, o tempo e a negligência são maleitas que agora fazem definhar o legado colonial luso.
Train Fianarantsoa a Manakara, TGV Malgaxe, locomotiva
Sobre Carris
Fianarantsoa-Manakara, Madagáscar

A Bordo do TGV Malgaxe

Partimos de Fianarantsoa às 7a.m. Só às 3 da madrugada seguinte completámos os 170km para Manakara. Os nativos chamam a este comboio quase secular Train Grandes Vibrations. Durante a longa viagem, sentimos, bem fortes, as do coração de Madagáscar.
mercado peixe Tsukiji, toquio, japao
Sociedade
Tóquio, Japão

O Mercado de Peixe que Perdeu a Frescura

Num ano, cada japonês come mais que o seu peso em peixe e marisco. Desde 1935, que uma parte considerável era processada e vendida no maior mercado piscícola do mundo. Tsukiji foi encerrado em Outubro de 2018, e substituído pelo de Toyosu.
manada, febre aftosa, carne fraca, colonia pellegrini, argentina
Vida Quotidiana
Colónia Pellegrini, Argentina

Quando a Carne é Fraca

É conhecido o sabor inconfundível da carne argentina. Mas esta riqueza é mais vulnerável do que se imagina. A ameaça da febre aftosa, em particular, mantém as autoridades e os produtores sobre brasas.
Crocodilos, Queensland Tropical Australia Selvagem
Vida Selvagem
Cairns a Cape Tribulation, Austrália

Queensland Tropical: uma Austrália Demasiado Selvagem

Os ciclones e as inundações são só a expressão meteorológica da rudeza tropical de Queensland. Quando não é o tempo, é a fauna mortal da região que mantém os seus habitantes sob alerta.
Napali Coast e Waimea Canyon, Kauai, Rugas do Havai
Voos Panorâmicos
NaPali Coast, Havai

As Rugas Deslumbrantes do Havai

Kauai é a ilha mais verde e chuvosa do arquipélago havaiano. Também é a mais antiga. Enquanto exploramos a sua Napalo Coast por terra, mar e ar, espantamo-nos ao vermos como a passagem dos milénios só a favoreceu.
PT EN ES FR DE IT