Espanha


Valência a Xàtiva, Espanha

Do outro Lado da Ibéria

Deixada de lado a modernidade de Valência, exploramos os cenários naturais e históricos que a "comunidad" partilha com o Mediterrâneo. Quanto mais viajamos mais nos seduz a sua vida garrida.

Matarraña a Alcanar, Espanha

Uma Espanha Medieval

De viagem por terras de Aragão e Valência, damos com torres e ameias destacadas de casarios que preenchem as encostas. Km após km, estas visões vão-se provando tão anacrónicas como fascinantes.

La Palma, Espanha

O Mais Mediático dos Cataclismos por Acontecer

A BBC divulgou que o colapso de uma vertente vulcânica da ilha de La Palma podia gerar um mega-tsunami. Sempre que a actividade vulcânica da zona aumenta, os media aproveitam para apavorar o Mundo.

Fuerteventura, Ilhas Canárias, Espanha
A (a) Ventura Atlântica de Fuerteventura
Os romanos conheciam as Canárias como as ilhas afortunadas. Fuerteventura, preserva vários dos atributos de então. As suas praias perfeitas para o windsurf e o kite-surf ou só para banhos justificam sucessivas “invasões” dos povos do norte ávidos de sol. No interior vulcânico e rugoso resiste o bastião das culturas indígenas e coloniais da ilha. Começamos a desvendá-la pelo seu longilíneo sul.
Lanzarote, Ilhas Canárias
A César Manrique o que é de César Manrique
Só por si, Lanzarote seria sempre uma Canária à parte mas é quase impossível explorá-la sem descobrir o génio irrequieto e activista de um dos seus filhos pródigos. César Manrique faleceu há quase trinta anos. A obra prolífica que legou resplandece sobre a lava da ilha vulcânica que o viu nascer.
Verão Escarlate

Valência a Xàtiva, Espanha

Do outro Lado da Ibéria

Deixada de lado a modernidade de Valência, exploramos os cenários naturais e históricos que a "comunidad" partilha com o Mediterrâneo. Quanto mais viajamos mais nos seduz a sua vida garrida.

Casal Gótico

Matarraña a Alcanar, Espanha

Uma Espanha Medieval

De viagem por terras de Aragão e Valência, damos com torres e ameias destacadas de casarios que preenchem as encostas. Km após km, estas visões vão-se provando tão anacrónicas como fascinantes.

Um Apocalipse Televisionado

La Palma, Espanha

O Mais Mediático dos Cataclismos por Acontecer

A BBC divulgou que o colapso de uma vertente vulcânica da ilha de La Palma podia gerar um mega-tsunami. Sempre que a actividade vulcânica da zona aumenta, os media aproveitam para apavorar o Mundo.

Praia de El Cofete do cimo de El Islote, Fuerteventura, ilhas Canárias, Espanha
Fuerteventura, Ilhas Canárias, Espanha

A (a) Ventura Atlântica de Fuerteventura

Os romanos conheciam as Canárias como as ilhas afortunadas. Fuerteventura, preserva vários dos atributos de então. As suas praias perfeitas para o windsurf e o kite-surf ou só para banhos justificam sucessivas “invasões” dos povos do norte ávidos de sol. No interior vulcânico e rugoso resiste o bastião das culturas indígenas e coloniais da ilha. Começamos a desvendá-la pelo seu longilíneo sul.
Visitantes nos Jameos del Água, Lanzarote, Canárias, Espanha
Lanzarote, Ilhas Canárias

A César Manrique o que é de César Manrique

Só por si, Lanzarote seria sempre uma Canária à parte mas é quase impossível explorá-la sem descobrir o génio irrequieto e activista de um dos seus filhos pródigos. César Manrique faleceu há quase trinta anos. A obra prolífica que legou resplandece sobre a lava da ilha vulcânica que o viu nascer.

Mapa


Como ir


VISTOS E OUTROS PROCEDIMENTOS

Cidadãos portugueses só precisam de apresentar o Cartão de Cidadão para poderem ingressar em Espanha. Cidadãos brasileiros podem permanecer até 90 dias sem visto.

CUIDADOS DE SAÚDE

Nenhuma vacina em específico a ter em conta para visitar Espanha. 

Leve consigo o seu Cartão Europeu de Seguro de Doença para poder usufruir de cuidados de saúde a custo reduzido e com condições especiais, caso tenha algum problema inesperado.

Para mais informações sobre saúde em viagem, consulte o Portal da Saúde do Ministério da Saúde e Clínica de Medicina Tropical e do Viajante. Em FitForTravel encontra conselhos de saúde e prevenção de doenças específicas de cada país (em língua inglesa).

VIAGEM PARA ESPANHA

Avião

Várias companhias aéreas voam de Portugal para diversas cidades de Espanha, incluindo os arquipélagos das Baleares e das Canárias. Entre as mais populares, contam-se a TAP, a Ibéria, a Easyjet e a Vueling. Madrid, Barcelona, Málaga, Valência e Sevilha são destinos a que pode facilmente chegar de Lisboa ou Porto por entre 50€ e 150€, ida-e-volta.

Comboio

Portugal e Espanha têm várias ligações ferroviárias. A mais popular é a de Lisboa-Madrid operada pela Renfe e percorrida pelo Trenhotel Lusitania. Este percurso pode ser feito por a partir de 30€.  Outra bastante vantajosa é estabelecida pelo Trenhotel Surexpreso (Lisbon-Hendaye-Irun).

Carro

A capital espanhola está a 6 horas de carro de Lisboa, quase o mesmo tempo do Porto. Grande parte dos percursos mais rápidos – quase só em Espanha – não estão dotados de portagens.

A não perder


  • Sevilha
  • Madrid
  • Barcelona
  • Museu Guggenheim de Bilbao
  • ​Toledo
  • Segovia
  • Malaga
  • Ibiza, Maiorca e Menorca
  • Granada e Alhambra
  • Santiago de Compostela
  • Picos de Europa 
  • Pirinéus
  • ​Ilhas Canárias, em especial, Parque Nacional del Teide

Explorar


VOOS INTERNOS

A companhia aérea nacional Ibéria cobre a maior parte do país mas nem sempre tem as melhores ofertas para determinados destinos. Entre outras companhias que operam voos domésticos em Espanha contam-se a Vueling, a Air Europa e a Ryanair.

COMBOIO

A companhia nacional Renfe opera uma rede ferroviária extensa que permite chegar facilmente e depressa à maior parte do país, ainda mais depressa se o comboio em questão for um AVE (Alta Velocidad Española). Todos os comboios de longa distância requerem uma reserva prévia que parece já poder ser feita com cartões de crédito não espanhóis no site da empresa, após um longo período de indisponibilidade técnica para estes cartões.

AUTOCARRO

Uma rede extensa de autocarros de distintas empresas percorre a maior parte de Espanha com ligações mais ou menos frequentes. Os autocarros são de óptima qualidade e, consoante o serviço e o percurso, oferecem distintas classes.

ALUGUER DE VIATURA

Uma opção a ter em conta apenas se não tiver viatura própria e estiver a pensar em explorar os confins da Espanha com pouco tempo. Conte com a partir de 10€ por dia para uma viatura económica (em época baixa) que podem baixar mais quanto mais longo for o aluguer. As estradas são de boa qualidade e têm muito menos portagens que as portuguesas. Por norma, o combustível é ligeiramente mais barato que em Portugal.

BARCO

Trata-se de uma solução de transporte válida para viagens para as ilhas mais próximas ao largo de Espanha, entre ilhas Baleares ou das Canárias. Espanha e, em especial a Costa Brava, Costa Central, Costa Dourada, Maiorca, Minorca, Ibiza e Formentera também são destinos popular para explorar em embarcação própria ou alugada. Os meses de Verão são os mais indicados na maior parte do país, excepto as Canárias em que quase todo o ano é bom para navegar.

Quando ir


Qualquer altura do ano é boa para visitar Espanha, desde que tenha em conta que o país tem quatro estações do ano bem marcadas e que, devido à altitude e à interioridade, certas zonas apresentam extremos de temperaturas mais acentuados do que em Portugal.

No Inverno, nas áreas mais elevadas do norte espanhol as temperaturas podem descer abruptamente abaixo dos -10ºC. Ao invés, no pino do Verão, em Sevilha e outras partes da vasta meseta espanhola,  Extremadura e Andaluzia, aproximam-se várias vezes dos 45ºC. As zonas das províncias do norte viradas ao Golfo de Biscaia ou próximas são as mais chuvosas e verdejantes do país.

A época alta do turismo espanhol vai de Junho a Setembro mas determinadas zonas preservam grande número de turistas e até “moradores” estrangeiros durante grande parte do ano. É o caso do arquipélago das Baleares e até de certas zonas mais populares das Canárias. 

 

Dinheiro e Custos


A moeda espanhola é o Euro (EUR). Espanha tem um custo de vida um pouco mais elevado que o português. Vai encontrar caixas ATM e possibilidade de pagar com cartões de crédito e débito, um pouco por todo o país.

ALOJAMENTO

No que diz respeito ao preço, o campismo é a base do alojamento em Espanha, pode ser praticado com excelentes condições em inúmeros parques do país. Seguem-se os hostels, dedicados a mochileiros e outros visitantes mais poupados. Podem ter diárias de 15€, 20€ em determinados bairros de Madrid e Barcelona. Nos últimos anos, com a contribuição de vários sites estrangeiros, o aluguer de casas de espanhóis preparadas para acolher visitantes tornou-se uma das soluções mais populares. 

Os hotéis complementam a oferta de estadia com distintos tipos e preços, dos mais evitáveis aos mais elegantes boutique, lounge ou simplesmente luxuosos. A Espanha é garantidamente um dos países europeus com melhor oferta hoteleira.

Os Paradores são o equivalente às Pousadas de Portugal, uma rede de hotéis instalada em lugares históricos de grande significado e gerida pelo estado espanhol. A estadia pode custar entre os 80€ e os 250€ por noite, por quarto duplo, com valores adicionais para refeições. 

 

ALIMENTAÇÃO

Tal como o custo de vida do país em geral, a alimentação em Espanha tem preços algo superiores aos de Portugal que variam de região para região e aumentam consideravelmente nos destinos mais turísticos. Conte pagar de 25€ a 40€ por uma refeição completa num restaurante médio.

INTERNET

Vários pacotes de operadores de telemóvel portuguesas já incluem minutos de conversação e navegação em Espanha, por um preço pré-estabelecido. Se quiser evitar o gasto extra, conte com pontos Wi-fi em cafés e restaurantes que permitem o uso dos clientes. Salvo algumas excepções, os hotéis e pousadas mais sofisticados também deverão oferecer acesso. Também poderá adquirir um modem de Hotspot pessoal e portável que poderá usar por todo o país com recurso a smart phone, tablet ou portátil. Entre as empresas que fornecem este serviço encontram-se a Tripneter e a All Day Internet.