Indonésia


PN Bromo Tengger Semeru, Indonésia
O Mar Vulcânico de Java
A gigantesca caldeira de Tengger eleva-se a 2000m no âmago de uma vastidão arenosa do leste de Java. Dela se projectam o monte supremo desta ilha indonésia, o Semeru, e vários outros vulcões. Da fertilidade e clemência deste cenário tão sublime quanto dantesco prospera uma das poucas comunidades hindus que resistiram ao predomínio muçulmano em redor.
Ilha Moyo, Indonésia
Moyo: Uma Ilha Indonésia Só Para Alguns
Poucas pessoas conhecem ou tiveram o privilégio de explorar a reserva natural de Moyo. Uma delas foi a princesa Diana que, em 1993, nela se refugiou da opressão mediática que a viria a vitimar.
Lombok, Indonésia
Lombok. O Mar de Bali Merece uma Sonda Assim
Há muito encobertos pela fama da ilha vizinha, os cenários exóticos de Lombok continuam por revelar, sob a protecção sagrada do guardião Gunung Rinjani, o segundo maior vulcão da Indonésia.
Vulcão Ijen, Indonésia
Os Escravos do Enxofre do Vulcão Ijen
Centenas de javaneses entregam-se ao vulcão Ijen onde são consumidos por gases venenosos e cargas que lhes deformam os ombros. Cada turno rende-lhes menos de 30€ mas todos agradecem o martírio.
Lombok, Indonésia
Lombok: Hinduísmo Balinês Numa Ilha do Islão
A fundação da Indonésia assentou na crença num Deus único. Este princípio ambíguo sempre gerou polémica entre nacionalistas e islamistas mas, em Lombok, os balineses levam a liberdade de culto a peito
Ilhas Gili, Indonésia
Gili: as Ilhas da Indonésia que o Mundo Trata por “Ilhas”
São tão humildes que ficaram conhecidas pelo termo bahasa que significa apenas ilhas. Apesar de discretas, as Gili tornaram-se o refúgio predilecto dos viajantes que passam por Lombok ou Bali.
Os vulcões Semeru (ao longe) e Bromo em Java, Indonésia
PN Bromo Tengger Semeru, Indonésia

O Mar Vulcânico de Java

A gigantesca caldeira de Tengger eleva-se a 2000m no âmago de uma vastidão arenosa do leste de Java. Dela se projectam o monte supremo desta ilha indonésia, o Semeru, e vários outros vulcões. Da fertilidade e clemência deste cenário tão sublime quanto dantesco prospera uma das poucas comunidades hindus que resistiram ao predomínio muçulmano em redor.
Luzes VIP
Ilha Moyo, Indonésia

Moyo: Uma Ilha Indonésia Só Para Alguns

Poucas pessoas conhecem ou tiveram o privilégio de explorar a reserva natural de Moyo. Uma delas foi a princesa Diana que, em 1993, nela se refugiou da opressão mediática que a viria a vitimar.
Sementeira, Lombok, mar Bali, ilha Sonda, Indonesia
Lombok, Indonésia

Lombok. O Mar de Bali Merece uma Sonda Assim

Há muito encobertos pela fama da ilha vizinha, os cenários exóticos de Lombok continuam por revelar, sob a protecção sagrada do guardião Gunung Rinjani, o segundo maior vulcão da Indonésia.
Vulcão ijen, Escravos do Enxofre, Java, Indonesia
Vulcão Ijen, Indonésia

Os Escravos do Enxofre do Vulcão Ijen

Centenas de javaneses entregam-se ao vulcão Ijen onde são consumidos por gases venenosos e cargas que lhes deformam os ombros. Cada turno rende-lhes menos de 30€ mas todos agradecem o martírio.
Hinduismo Balinês, Lombok, Indonésia, templo Batu Bolong, vulcão Agung em fundo
Lombok, Indonésia

Lombok: Hinduísmo Balinês Numa Ilha do Islão

A fundação da Indonésia assentou na crença num Deus único. Este princípio ambíguo sempre gerou polémica entre nacionalistas e islamistas mas, em Lombok, os balineses levam a liberdade de culto a peito
barco colorido, ilhas gili, indonesia
Ilhas Gili, Indonésia

Gili: as Ilhas da Indonésia que o Mundo Trata por “Ilhas”

São tão humildes que ficaram conhecidas pelo termo bahasa que significa apenas ilhas. Apesar de discretas, as Gili tornaram-se o refúgio predilecto dos viajantes que passam por Lombok ou Bali.

Mapa


Como ir


VISTOS E OUTROS PROCEDIMENTOS

Pode requerer o seu visto na embaixada da Indonésia mais próxima. Em alternativa, pode obter um visto à chegada a qualquer um dos destinos de entrada mais populares – Jacarta e Bali – por cerca de 20€. 

CUIDADOS DE SAÚDE

O risco de contrair malária existe em todo o país e durante todo o ano. É menor em cidades, e nas zonas mais turísticas de Java e Bali mas acentua-se noutras ilhas ao largo de Java e Sumatra, também em Lombok e na província de Papua Ocidental. É recomendável a medicação prévia para a malária. 

Para mais informações sobre saúde em viagem, consulte o Portal da Saúde do Ministério da Saúde e Clínica de Medicina Tropical e do Viajante. Em FitForTravel encontra conselhos de saúde e prevenção de doenças específicas de cada país (em língua inglesa).

VIAGEM PARA A INDONÉSIA

As companhias aéreas KLM e Emirates voam de Lisboa para Jacarta, com uma única escala, por a partir de 800€. A KLM opera um voo para Denpasar (Bali), com escala única em Amesterdão por em redor de 1.200€.

A não perder


  • Java: Parque Nacional Bromo Tengger Semeru; templo  Borobodur
  • Sulawesi: Tana Toraja; Parque Nacional Marinho Bunaken
  • Bornéu (Kalimantan): Tanjung Puting; Sungai Mahakam
  • Sumatra: lago Danau Toba; Bukit Lawang; Ilhas Mentawai
  • ​Ilhas Banda
  • Bali
  • Lombok & Gili Islands
  • Komodo
  • ​Flores (vulcão Kelimutu)
  • Vale de Baliem (Papua)

Explorar


VOOS INTERNOS

Se tem bastante tempo e conta viajar por diferentes zonas do vasto arquipélago indonésio, vai ter que recorrer às companhias aéreas que estabelecem ligações dentro do país. A companhia nacional e a mais popular é a Garuda. O panorama das companhias aéreas a operar na indonésia é bastante instável mas, à data deste texto, funcionavam ainda a Lion Air a Air Asia, a Tiger Air e a CitiLink, além de dezenas de outras mais pequenas com serviço de nível regional. Dependendo da distância percorrida, os voos internos podem custar de 40€ a 250€ (só ida).

AUTOCARRO

Os autocarros rodam por todo o lado e são o sustento de muitas famílias. Por regra, funcionam na base de “só parte quando estiver cheio ou sobrelotado” mas em compensação, têm preços irrisórios e são perfeitos para conviver com os indonésios. A grande maioria são velhos veículos-museu barulhentos, fumarentos e sem ar condicionado. Em Java, Sumatra e em Bali, algumas empresas asseguram viagens de médio e longo curso em autocarros mais modernos e confortáveis. 

ALUGUER DE VIATURA

As cidades indonésias podem revelar-se lugares exasperantes para conduzir carros ou motas. Se, mesmo assim estiver determinado a explorar as ilhas do arquipélago ao volante saiba que deve conduzir com extrema paciência e cuidado para compensar, os engarrafamentos, a má qualidade de muitas estradas, o permanente desrespeito dos condutores locais pelas regras e pelo próximo e, em certas zonas, o atravessamento eminente de pedestres, carroças,  animais e sabe-se lá que mais.

O aluguer de motorizadas e motas é bastante mais popular do que o de carros. É normal os indonésios com pequenos negócios de aluguer abordarem os estrangeiros para os convencerem a alugar as suas motas ou até carros, por regra, a preços muito baixos, tão pouco como 3€ por dia para uma simples motorizada. Um carro custa significativamente mais se alugado numa multinacional num aeroporto indonésio (20€ ou 30€ ao dia) mas, assumindo os riscos decorrentes, pode conseguir alugar carro por metade a um pequeno negócio. Se o fizer, examine com atenção tudo o que envolva seguros e cauções.

COMBOIO

A rede ferroviária está limitada às ilhas de Java e Sumatra. Em Java, os comboios são uma excelente alternativa a viagens de carro ou autocarro mais longas e garantidamente mais desconfortáveis. Em Sumatra, a rede ferroviária é mais limitada que em Java.

BARCO

Enquanto nação-arquipélago, a Indonésia é servida por uma enorme frota de ferries mas os registos de segurança estão longe de ser os melhores. A empresa PELNI (site desactualizado e pouco funcional para passageiros) tem os melhores barcos mas também os preços mais elevados. As viagens de ferry vão dos 9€ por dia em 4ª Classe (simples cama num dormitório abafado) aos 30€ por dia em primeira classe (em cabine com apenas duas camas, ar condicionado, TV, casa de banho privada).

Quando ir


O clima é tropical. A estação seca começa em fins de Abril e termina por volta de Novembro. É a época ideal para visitar a indonésia, quando chove menos. Certas regiões da Indonésia, como as ilhas de Kalimantan e o norte de Sumatra são significativamente mais chuvosas e registam pouca variação climática ao longo do ano.

Já em Bali e todo o arquipélago de Nusa Tenggara, a diferença da época das chuvas para a seca é marcada, com algumas ilhas a entrarem em longos períodos sem chuva. Durante a monção, de Dezembro a fins de Abril, o céu está frequentemente nublado e pode chover vários dias de seguida. 

Dinheiro e Custos


A moeda nacional é a Rupia indonésia (IDR). As caixas ATM só existem nas maiores cidades. Nem todas aceitam cartões internacionais e só os estabelecimentos (por norma os resorts) mais sofisticados do país estão preparados para pagamentos com cartões de crédito. A Indonésia é um dos países mais acessíveis da Ásia. 

ALOJAMENTO

As estadias têm preços de todos os tipos, quase sempre nivelados por baixo e ainda mais em época baixa. Desde 6€ ou 7€, por noite, por pessoa em quarto duplo nos hotéis mais básicos de lugares menos turísticos a muitas centenas de euros por noite nos resorts mais requintados de Bali.

ALIMENTAÇÃO

Uma garrafa de água custa cerca de 0,25€. Com excepção para os lugares mais populares de Bali, uma refeição tradicional completa em restaurantes e bares médios pode custar menos de 5€. Em contrapartida, se não quiser abdicar de algum requinte poderá gastar muito mais nos melhores restaurantes e resorts de Java, Bali e Lombok, por exemplo.

INTERNET

Não espere encontrar muitos hotspots gratuitos enquanto anda pelas ruas. Hotéis médios e resorts incluem o acesso à internet nos preços. Se não for o caso daquele que reservar, não deve ter dificuldade em encontrar um internet café com velocidades aceitáveis, salvo se se afastar demasiado para o leste do país (oriente de Nusa Tenggara, Papua Ocidental etc.) 

EN FR PT ES