Dinheiro e Custos


A moeda local é o Peso chileno (CLP). Pagamentos com os cartões de crédito e débito mais populares são possíveis nos estabelecimentos mais modernos, principalmente nas maiores povoações.

ALOJAMENTO 

O âmbito vai de pousadas e guest houses (hospedajes) básicas para mochileiros, com diárias de 20€ em quarto duplo, aos resorts sofisticados situados nos lugares mais turísticos do país, como a cadeia Explora em que 4 dias com tudo incluído podem custar 3 ou 4 mil euros.

ALIMENTAÇÃO 

Refeições desde 3€ ou 4€ nas bancas e restaurantes dos mercados tradicionais a centenas de euros nos restaurantes mais sofisticados de Santiago.

INTERNET 

Mesmo tendo em conta a sua dimensão, a interminável latitude e o vasto território remoto, o Chile é servido por uma rede de Internet bastante aceitável com casas de Internet até nas povoações mais diminutas. O preço pela navegação vai de 1.50€ a 3€ à hora. Quanto mais longe das grande povoações e, especialmente, quanto mais para sul, mais lenta será a Internet.

PT EN ES FR DE IT