Dinheiro e Custos


A moeda de Cabo Verde é o Escudo caboverdiano (CVE). O Euro e o dólar americano também são correntemente aceites. As principais cidades caboverdianas e até mesmo povoações de menores dimensões têm agências bancárias, por norma, com caixas ATM que permitem levantamentos com cartões bancários. Estas agências também trocam divisas, travelers checks e fazem cash advances. Só os estabelecimentos mais sofisticados do país – os melhores resorts e hotéis – estão preparados para pagamentos com cartões de crédito.

ALOJAMENTO

Cabo Verde tem um alojamento relativamente dispendioso para os padrões africanos.

Pode encontrar estadia mais acessível e espartana nos hotéis e pousadas mais simples, por cerca de 15€ num quarto duplo com casa de banho partilhada, possivelmente sem água quente. Num nível acima, os hotéis com qualidade média cobram a partir de 25€ por uma noite num quarto duplo com casa de banho privada, ar condicionado e água quente. 

Se aparecer ao balcão de um dos resorts do Sal ou Boavista sem o pacote de viagem previamente comprado, pode prepara-se para pagar a partir de 70€ por noite com, no mínimo, pequeno-almoço incluído. 

REFEIÇÕES 

As refeições em restaurantes caboverdianos assentam em pratos nacionais como a famosa cachupa mas também em pratos simples de peixe grelhado ou carne frita acompanhados de arroz ou xarém. Conte pagar entre 4€ a 15€ por uma refeição completa num destes restaurantes.

Já as refeições dos melhores hotéis ou resorts não incluídas em pacotes de viagem, terão preços substancialmente mais elevados.

INTERNET 

Existem Internet cafés nas principais cidades de Cabo Verde e até noutras povoações. Por norma, a Internet é lenta. Se chegar a Cabo Verde como parte de um pacote de viagem, o resorts ou hotel em que ficar alojado terá acesso incluído, quase de certeza wi-fi.

A empresa CV Móvel comercializa diversas soluções de Internet móvel incluindo simples cartões SIM para uso em smart phones, pens (USB sticks) e outros. Verifique os preços no site.

PT EN ES FR DE IT