Vanuatu


Wala, Vanuatu

Cruzeiro à Vista, a Feira Assenta Arraiais

Em grande parte de Vanuatu, os dias de “bons selvagens” da população ficaram para trás. Em tempos incompreendido e negligenciado, o dinheiro ganhou valor. E quando os grandes navios com turistas chegam ao largo de Malekuka, os nativos concentram-se em Wala e em facturar.

Efate, Vanuatu

A Ilha que Sobreviveu a “Survivor”

Grande parte de Vanuatu vive num abençoado estado pós-selvagem. Talvez por isso, reality shows em que competem aspirantes a Robinson Crusoes instalaram-se uns atrás dos outros na sua ilha mais acessível e notória. Já algo atordoada pelo fenómeno do turismo convencional, Efate também teve que lhes resistir.

Pentecostes, Vanuatu
Naghol: O Bungee Jumping sem Modernices
Em Pentecostes, no fim da adolescência, os jovens lançam-se de uma torre apenas com lianas atadas aos tornozelos. Cordas elásticas e arneses são pieguices impróprias de uma iniciação à idade adulta.

Tanna, Vanuatu

Daqui se Fez Vanuatu ao Ocidente

O programa de TV “Meet the Natives” levou representantes tribais de Tanna a conhecer a Grã-Bretanha e os E.U.A. De visita à sua ilha, percebemos porque nada os entusiasmou mais que o regresso a casa.

Pentecostes, Vanuatu

Bungee Jumping para Homens a Sério

Em 1995, o povo de Pentecostes ameaçou processar as empresas de desportos radicais por lhes terem roubado o ritual Naghol. Em termos de audácia, a imitação elástica fica muito aquém do original.

Espiritu Santo, Vanuatu
Divina Melanésia
Pedro Fernandes de Queirós pensava ter descoberto o grande continente do sul. A colónia que propôs nunca se chegou a concretizar. Hoje, Espiritu Santo, a maior ilha de Vanuatu, é uma espécie de Éden.

Malekula, Vanuatu

Canibalismo de Carne e Osso

Até ao início do século XX, os comedores de homens ainda se banqueteavam no arquipélago de Vanuatu. Na aldeia de Botko descobrimos porque os colonizadores europeus tanto receavam a ilha de Malekula

Espiritu Santo, Vanuatu
Os Blue Holes Misteriosos de Espiritu Santo
A humanidade rejubilou, há pouco tempo, com a primeira fotografia de um buraco negro. Em jeito de resposta, decidimos celebrar o que de melhor temos cá na Terra. Este artigo é dedicado aos blue holes de uma das ilhas abençoadas de Vanuatu.
Totens tribais

Malekula, Vanuatu

Canibalismo de Carne e Osso

Até ao início do século XX, os comedores de homens ainda se banqueteavam no arquipélago de Vanuatu. Na aldeia de Botko descobrimos porque os colonizadores europeus tanto receavam a ilha de Malekula

Banho refrescante no Blue-hole de Matevulu.
Espiritu Santo, Vanuatu

Os Blue Holes Misteriosos de Espiritu Santo

A humanidade rejubilou, há pouco tempo, com a primeira fotografia de um buraco negro. Em jeito de resposta, decidimos celebrar o que de melhor temos cá na Terra. Este artigo é dedicado aos blue holes de uma das ilhas abençoadas de Vanuatu.

Mapa


Como ir


VISTOS E OUTROS PROCEDIMENTOS

Cidadãos portugueses e brasileiros não necessitam de visto para entrar em Vanuatu caso apresentem um bilhete de avião que comprova a saída do país dentro de 30 dias bem como visto ou documentação relevante que comprove o direito de entrar no país de regresso ou outro.

CUIDADOS DE SAÚDE

Oficialmente, salvo se provenha de um país com risco de contágio de febre amarela, as autoridades de Vanuatu não exigem qualquer comprovativo de vacina. 

São aconselháveis as vacinas para a hepatite A e febre tifoide se planeia visitar Vanuatu.

Vanuatu também continua a ser um dos arquipélagos do Pacífico assolados pela malária (várias variantes entre as quais a falciparum, uma das mais preocupantes) e pela febre de Dengue. Da totalidade do arquipélago, as excepções são Port Vila, Futuna, Tongoa, Aneityum e as Mistery Islands. Cumpra o tratamento de prevenção antes, durante e depois da possível exposição aos mosquitos. Possivelmente mais importante, se visitar zonas de risco, vista roupa leve que lhe cubra os braços, pernas e pés, use repelente e/ou espirais anti-mosquito e, durante a noite, rede-mosquiteira. Recomenda-se que marque uma consulta do viajante e que faça medicação para malária nos prazos correctos antes de viajar para Vanuatu. 

Para mais informações sobre saúde em viagem, consulte o Portal da Saúde do Ministério da Saúde e Clínica de Medicina Tropical e do Viajante. Em FitForTravel encontra conselhos de saúde e prevenção de doenças específicas de cada país (em língua inglesa).

VIAGEM PARA VANUATU

A Star Alliance voa de Lisboa para Sydney ou Auckland com a Lufthansa (tel.: 707 782 782) via Frankfurt e Singapura a partir de €800. Entre as companhias que voam da Austrália, Nova Zelândia e Ilhas Fiji para Vanuatu encontram-se a Air New Zealand, a Air Vanuatu, a Fiji Airways, a Virgin Australia e a Quantas. O voo de ida e volta destes países para a capital de Vanuatu, Port Vila, custa a partir de €250.

A não perder


Efate: 

  • Cascatas de Mele-Maat
  • ​volta à ilha num 4WD
  • ​Mercado de Port Vila

Espiritu Santo:

  • Luganville
  • ​​Tour da 2ª Guerra Mundial
  • Fanafo
  • ​Rio Malo 
  • ​Matevulu blue-hole
  • Praia de Champagne
  • Praia de Lonnoc
  • Big Bay Highway
  • Trekking ao cimo do Pico Santo

​​Tanna

  • Vulcão Yasur
  • ​Queda d'água de Imayo
  • Aldeia de John Frum (Sulphur Bay)
  • Port Resolution
  • ​Lanakel
  • Aldeias tribais de Yakel e Ipai

Malekula

  • Caminhadas por Dog's Head
  • Antigos lugares canibais
  • Praia de Aop 
  • Mercado na Ilha de Wala (apenas quando chegam cruzeiros às imediações)
  • Caminhada de Rose Bay até à aldeia ex-canibal de Botko
  • ​Danças kastom Small Nambas e Big Nambas (Rano, Amelboas, Botko, Unmet, Mae etc.)
  • Ilhas de Uripiv e URi
  • Arquipélago Maskelynes

Pentecostes

  • Cerimónias de saltos cerimoniais Naghol 
  • ​Praias de areia negra fabulosas
  • Penama Day (15 de Setembro)

Ambrym

  • Caminhadas aos vulcões Marum e Benbow
  • Festival Back to My Roots (Agosto)
  • Lolibulo e seus espectáculos kastom rom e de magia
  • Viagem de barco pela costa norte a partir de Craig Cove​

 

Explorar


VOOS INTERNOS

Para viajar entre ilhas, vai sempre ter que voar com a Air Vanuatu. Os preços de cada voo são bastante elevados. Durante a época alta, os mais curtos passam os 100€ enquanto os mais longos – por exemplo o Port Vila – Luganville custam mais de 200€.

ALUGUER DE VIATURA

Se, nas principais ilhas – Efate e Espírito Santo – fizer questão de ter independência total não se esqueça de alugar veículos com tracção às quatro rodas. Deixando para trás o centro das cidades, as estradas tornam-se deploráveis. Espere pagar em volta de 60€ a 100€ por dia, por um pequeno jipe. Um pouco menos se se limitar a alugar um utilitário. Nas restantes ilhas, não há sequer a possibilidade de alugar carro ou, se houver, será à margem das normas comerciais. 

TRANSPORTES PÚBLICOS

Em alternativa, em Port Vila (Efate) e Luganville (Espírito Santo) pode apanhar um mini-bus público (1€ por trajecto dentro das cidades). À noite, tal como fazem os nativos, acene um telemóvel ou outra luz para que os condutores percebem que quer subir a bordo.

OUTROS

Para visitar lugares fora das cidades inscreva-se nos tours existentes ou frete um táxi terrestre (55€ a 105€  por dia) ou marítimo.

Quando ir


O clima de Vanuatu varia de tropical húmido no norte (mais de 4.000 mm de pluviosidade por ano) a subtropical no sul (menos de 2.000 mm ao ano). Por acréscimo, cada uma das ilhas tem as suas zonas húmidas e secas, marcadas pelo relevo e outros factores. A época seca de Vanuatu vai de Maio a Outubro. É também a mais fresca. A época das chuvas, do calor abafado e dos mosquitos vai de Novembro a Abril. Dezembro a Março são os meses dos ciclones e, em média, Vanuatu é visitado por dois ao ano. Em Port Vila, as temperaturas máximas oscilam entre as médias de 27ºC em Julho a 30ºC em Janeiro. Durante o Inverno austral, nas noites de Port Vila, podem registar-se temperaturas abaixo dos 12ºC.

Dinheiro e Custos


A moeda de Vanuatu é o Vatu (VUV). À data de criação deste texto, levantamentos internacionais eram possíveis apenas em Port Vila – Efate e em Luganville. Pagamentos com cartões de crédito eram aceites apenas nos estabelecimentos mais modernos destas cidades. Vanuatu tem um custo de vida algo inflacionado pela insularidade e pela excentricidade turística do arquipélago.

ALOJAMENTO

Vai encontrar um pouco de tudo mas apenas nas ilhas mais turísticas e desenvolvidas de Vanuatu: Efate, Tanna, Espiritu Santo.

Algumas guest houses quase familiares e motéis de Port Vila e Luganville cobram de 15€ a 30€ por noite, para um quarto duplo. Certas guest houses ainda incluem o pequeno-almoço e serviço de lavandaria. 

Num registo completamente distinto, vários resorts disseminados em lugares paradisíacos em redor de Efate, Espiritu Santo e até Tanna garantem estadias quase com os pés dentro de água por preços bem mais elevados, na ordem dos 250€ a 500€ por noite, por quarto duplo. 

ALIMENTAÇÃO

A forte insularidade e a ascensão de Vanuatu como um arquipélago imperdível do Pacífico do Sul fizeram com que os preços em geral e, em particular, dos alimentos tenham subido substancialmente na última década. As refeições nos restaurantes mais banais de Port Vila ou Luganville ficam entre 12€ a 20€. Já nos restaurantes mais sofisticados, principalmente em resorts de 20€ a 80€. Se chegar com orçamento limitado fique-se por comprar mantimentos nos mini-mercados e nos mercados locais. Port Vila e Luganville têm os seus próprios a que a população ni-vanuatu acede em massa para vender produtos. Mesmo se algo sombrios, qualquer um destes mercados é uma verdadeira epopeia de etnicidade melanésia.  

INTERNET

Salvo alterações drásticas de última hora vai encontrar Internet instável e desesperadamente lenta até mesmo na capital Port Vila. Aliás, pode perfeitamente não funcionar durante períodos largos caso haja falha no abastecimento de electricidade da ilha. Se nada mudar entretanto, fora de Efate, Espiritu Santo e dos melhores hotéis/resorts de Tanna, o melhor é esquecer a Internet por uns dias.