Vietname


Hué, Vietname

A Herança Vermelha do Vietname Imperial

Sofreu as piores agruras da Guerra do Vietname e foi desprezada pelos vietcong devido ao passado feudal. As bandeiras nacional-comunistas esvoaçam sobre as suas muralhas mas Hué recupera o esplendor.

Hoi An, Vietname

O Porto Vietnamita Que Ficou a Ver Navios

Hoi An foi um dos entrepostos comerciais mais importantes da Ásia. Mudanças políticas e o assoreamento do rio Thu Bon ditaram o seu declínio e preservaram-na como as cidade mais pitoresca do Vietname.

Nha Trang-Doc Let, Vietname

O Sal da Terra Vietnamita

Em busca de litorais atraentes na velha Indochina, desiludimo-nos com a rudeza balnear de Nha Trang. E é no labor feminino e exótico das salinas de Hon Khoi que encontramos um Vietname mais a gosto.

Hanói, Vietname

Sob a Ordem do Caos

A capital vietnamita ignora há muito os escassos semáforos, outros sinais de trânsito e os sinaleiros decorativos. Vive num ritmo próprio e numa sincronização de movimentos inatingível pelo Ocidente.

Comunismo Imperial

Hué, Vietname

A Herança Vermelha do Vietname Imperial

Sofreu as piores agruras da Guerra do Vietname e foi desprezada pelos vietcong devido ao passado feudal. As bandeiras nacional-comunistas esvoaçam sobre as suas muralhas mas Hué recupera o esplendor.

Abençoado repouso

Hoi An, Vietname

O Porto Vietnamita Que Ficou a Ver Navios

Hoi An foi um dos entrepostos comerciais mais importantes da Ásia. Mudanças políticas e o assoreamento do rio Thu Bon ditaram o seu declínio e preservaram-na como as cidade mais pitoresca do Vietname.

Fila Vietnamita

Nha Trang-Doc Let, Vietname

O Sal da Terra Vietnamita

Em busca de litorais atraentes na velha Indochina, desiludimo-nos com a rudeza balnear de Nha Trang. E é no labor feminino e exótico das salinas de Hon Khoi que encontramos um Vietname mais a gosto.

Cidade sem lei

Hanói, Vietname

Sob a Ordem do Caos

A capital vietnamita ignora há muito os escassos semáforos, outros sinais de trânsito e os sinaleiros decorativos. Vive num ritmo próprio e numa sincronização de movimentos inatingível pelo Ocidente.

Mapa


Como ir


VISTOS E OUTROS PROCEDIMENTOS

É necessário visto que pode ser obtido à chegada ao país. Os cidadãos portugueses que pretendam deslocar-se ao Vietname devem ser portadores de passaporte cujo prazo de validade mínimo seja, à data de entrada no país, de, pelo menos, 6 meses.

CUIDADOS DE SAÚDE

É requerido certificado de vacinação contra a febre amarela a visitantes com mais de um ano de idade que cheguem de países com risco de transmissão. As principais vacinas aconselhadas são as da hepatite A, tétano e febre tifóide. 

Para mais informações sobre saúde em viagem, consulte o Portal da Saúde do Ministério da Saúde e Clínica de Medicina Tropical e do Viajante. Em FitForTravel encontra conselhos de saúde e prevenção de doenças específicas de cada país (em língua inglesa).

VIAGEM PARA O VIETNAME

A Emirates voa de Lisboa para Ho Chi Minh com uma única escala no Dubai por cerca 750€.

A não perder


  • Baía de Halong
  • Aldeias de Montanha de Sapa
  • Hanoi
  • Hué
  • Hoi An
  • Nha Trang​
  • Dalat
  • Ho Chi Minh
  • Delta do Mekong

Explorar


VOOS INTERNOS

Os voos internos são a melhor solução para evitar longas viagem de autocarro, nem sempre das mais seguras. São muitos os voos que ligam as duas principais cidades do país, Hanói e Ho Chi Minh e estas e várias outras das maiores, casos de Da nang, Nha Trang, Hai Phon, Hue, Can Thon, Dalat etc.

A companhia de aviação que oferece melhores condições no Vietname é a Vietnam Airlines. As alternativas com mais nome são as low cost VietJetAir, a JetStar Pacific e Air Mekong.

COMBOIO

Viaje de comboio se estiver realmente sem pressas. A principal linha do país é a linha da Reunificação que uniu Hanói a Ho Chi Minh, com 1.726 km. Existem outras 7 linhas ramificadas desta principal que perfazem um total de 2.632 km. Para que tenha uma ideia do que o espera, o serviço mais “despachado” percorre a linha da Reunificação em 30 horas. É muito aconselhado comprar os bilhetes com vários dias de antecedência, principalmente nas épocas de maior utilização das férias vietnamitas. Os bilhetes também podem ser comprados a agências que cobram uma comissão adicional pelo serviço que pode ir dos 4€ aos 20€ consoante o preço e a classe do bilhete e a dificuldade de o conseguir. Estas agências incluem na sua comissão a entrega dos bilhetes onde estiver alojado.

AUTOCARRO

Se os comboios vietnamitas são lentos, a verdade é que os autocarros não se provam muito melhores, muito graças à má qualidade das estradas e ao trânsito intenso e multifacetado que as percorre. Salvo uma ou outra excepção, pode contar com mais de 2 horas para percorrer cada 100 km de percurso. Uma das principais companhias de autocarros é a Hoang Long. A maior parte dos percursos longos são nocturnos ou têm início bem cedo.

São várias as empresas vietnamitas que comercializam bilhetes do estilo hop on – hop off que permitem ir percorrendo várias cidades – principalmente as da costa – em dias distintos.

ALUGUER DE VIATURA

Pelos mesmos motivos indicados para os autocarros, as viagens de carro são lentas. Só recentemente começou a normalizar-se o aluguer de viaturas sem motorista. Vai poder tratar da reserva nos sites mais famosos e levantar nos balcões das maiores cidades, principalmente de Ho Chi Minh. Muito por conta da falta de concorrência, os preços são substancialmente mais elevados que noutros destinos da zona, como é o caso da Tailândia. Conte com um mínimo de 80€ a 100€ por dia.

BARCO

É usado pelos visitantes do Vietname para chegar a ilhas e arquipélagos ao largo da longa costa do país, com partida, por exemplo, de Phu Quoc, Nha Trang e Hué. A baía de Halong pode ser explorada em embarcações tradicionais durante vários dias por preços que variam consoante o tipo de embarcação oferecida. Um hidrofólio de grandes dimensões liga regularmente Ho Chi Minh à ilha balnear de Vung Tau por cerca de 5€. Tenha em atenção que a meteorologia das monções e, acima de tudo, da época dos ciclones condiciona a operação destas embarcações.

Quando ir


Nenhuma altura é particularmente boa ou má para visitar o Vietname, um país que se estende por uma vasta latitude tropical. É frequente uma zona estar sujeita a monções ou simplesmente tempestades tropicais, enquanto outras se apresentam com óptima meteorologia.  No geral, o clima do Norte Vietname obedece a duas monções. De Outubro a Março, uma delas chega do nordeste e trás um Inverno húmido e fresco muito provavelmente às áreas para norte de Nha Trang, garantidamente a norte de Da Nang. 

O Sul tem um clima com duas monções bem demarcadas, uma das chuvas e uma seca. A das chuvas costuma chegar em Maio e ficar até Novembro, com aguaceiros curtos mas fortes numa base diária e, por norma, ao fim do dia.  

De Abril a Outubro, é a vez da monção do sudoeste entrar em acção, altura em que praticamente todo o país exposto aos ventos vindos do oceano Índico se torna quente e húmido. Março a Maio é o período mais quente que se vai refrescando à medida que a época das chuvas se instala.

A principal época a evitar é a dos furacões que se estende de Julho a Novembro com tempestades muitas vezes devastadoras.

 

Dinheiro e Custos


A moeda do Vietname é o Dong (VND). Nos últimos tempos, têm aumentado gradualmente as caixas ATM preparadas para levantamentos internacionais. Conte com pagamentos com cartões de credito apenas nos estabelecimentos mais sofisticados do país.

ALOJAMENTO

O Vietname é outro daqueles destinos onde vai encontrar estadia de todos os tipos, desde os dormitórios quase gratuitos de guest houses direccionadas a mochileiros a alguns dos bons resorts e eco-hotéis da Ásia.

Conte pagar 7€ a 20€ por um quarto duplo, por noite, nas cidades mais populares, dependendo se têm casa de banho privativa, ar condicionado, TV e outros equipamentos ou vantagens. De 20€ a 60€ por quarto duplo em hotéis urbanos vietnamitas de qualidade equivalente a 4 estrelas e por diárias de 100€ a 150€ nos melhores hotéis do país. 

ALIMENTAÇÃO

A variedade da gastronomia vietnamita é impressionante e vários dos restaurantes simples das cidades mais turísticas se adaptaram às preferências dos forasteiros. Os preços aumentam consideravelmente nos restaurantes e cafés vocacionados para estrangeiros, ainda assim, é perfeitamente possível pagar por uma refeição completa para duas pessoas, uns meros 3€ a 4€.

INTERNET

A Internet popularizou-se a grande ritmo no Vietname e está literalmente por todo o lado, excepto nas povoações rurais mais retiradas. As velocidades de navegação são bastante consideráveis nas maiores cidades e vão diminuindo à medida que destas nos afastamos.

Hotéis e cafés têm as suas próprias redes e permitem a ligação aos clientes. De outra forma, os Internet Cafés são abundantes em quase todo o país e cobram em volta de 0,20€ a 1€ por hora de navegação.

Para quem chega com o próprio smart phone, tablet ou portátil, já é possível adquirir um cartão SIM e ter Internet que chega aos 3G nos locais com melhor cobertura, isto com preços muito acessíveis que começam nos 3€ por uma ligação mensal ilimitada a velocidade média. Alguns serviços como Facebook, Skype e outros sofrem bloqueios mais ou menos regulares e duradouros. Por vezes, só são implementados em certas zonas do país.