Rússia


Novgorod, Rússia

A Avó Viquingue da Mãe Rússia

Durante quase todo o século que passou, as autoridades da U.R.S.S. omitiram parte das origens do povo russo. Mas a história não deixa lugar para dúvidas. Muito antes da ascensão e supremacia dos czares e dos sovietes, os primeiros colonos escandinavos fundaram, em Novgorod, a sua poderosa nação.

Rússia

O Escritor que Não Resistiu ao Próprio Enredo

Alexander Pushkin é louvado por muitos como o maior poeta russo e o fundador da literatura russa moderna. Mas Pushkin também ditou um epílogo quase tragicómico da sua prolífica vida.

Suzdal, Rússia
Séculos de Devoção a um Monge Devoto
Eutímio foi um asceta russo do século XIV que se entregou a Deus de corpo e alma. A sua fé inspirou a religiosidade de Suzdal. Os crentes da cidade veneram-no como ao santo em que se tornou.

São Petersburgo, Rússia

A Rússia Vai Contra a Maré mas, Siga a Marinha.

A Rússia dedica o último Domingo de Julho às suas forças navais. Nesse dia, uma multidão visita grandes embarcações ancoradas no rio Neva enquanto marinheiros afogados em álcool se apoderam da cidade.

Suzdal, Rússia

Em Suzdal, é de Pequenino que se Celebra o Pepino

Com o Verão e o tempo quente, a cidade russa de Suzdal descontrai da sua ortodoxia religiosa milenar. A velha cidade também é famosa por ter os melhores pepinos da nação. Quando Julho chega, faz dos recém-colhidos um verdadeiro festival. 

Suzdal, Rússia

1000 Anos de Rússia à Moda Antiga

Foi uma capital pródiga quando Moscovo não passava de um lugarejo rural. Pelo caminho, perdeu relevância política mas acumulou a maior concentração de igrejas, mosteiros e conventos do país dos czares. Hoje, sob as suas incontáveis cúpulas, Suzdal é tão ortodoxa quanto monumental.

Ilhas Solovetsky, Rússia

A Ilha-Mãe do Arquipélago Gulag

Acolheu um dos domínios religiosos ortodoxos mais poderosos da Rússia mas Lenine e Estaline transformaram-na num gulag cruel. Com a queda da URSS, Solovestky recupera a paz e a sua espiritualidade.

São Petersburgo, Rússia

Na Pista de “Crime e Castigo”

Em São Peterburgo, não resistimos a investigar a inspiração para as personagens vis do romance mais famoso de Fiódor Dostoiévski: as suas próprias lástimas e as misérias de certos concidadãos.

Rostov Veliky, Rússia
Sob as Cúpulas da Alma Russa
É uma das mais antigas e importantes cidades medievais, fundada durante as origens ainda pagãs da nação dos czares. No fim do século XV, incorporada no Grande Ducado de Moscovo, tornou-se um centro imponente da religiosidade ortodoxa. Hoje, só o esplendor do kremlin moscovita suplanta o da cidadela da tranquila e pitoresca Rostov Veliky.
A fortaleza e a catedral

Novgorod, Rússia

A Avó Viquingue da Mãe Rússia

Durante quase todo o século que passou, as autoridades da U.R.S.S. omitiram parte das origens do povo russo. Mas a história não deixa lugar para dúvidas. Muito antes da ascensão e supremacia dos czares e dos sovietes, os primeiros colonos escandinavos fundaram, em Novgorod, a sua poderosa nação.

De visita

Rússia

O Escritor que Não Resistiu ao Próprio Enredo

Alexander Pushkin é louvado por muitos como o maior poeta russo e o fundador da literatura russa moderna. Mas Pushkin também ditou um epílogo quase tragicómico da sua prolífica vida.

Cortejo Ortodoxo
Suzdal, Rússia

Séculos de Devoção a um Monge Devoto

Eutímio foi um asceta russo do século XIV que se entregou a Deus de corpo e alma. A sua fé inspirou a religiosidade de Suzdal. Os crentes da cidade veneram-no como ao santo em que se tornou.
Parada e Pompa

São Petersburgo, Rússia

A Rússia Vai Contra a Maré mas, Siga a Marinha.

A Rússia dedica o último Domingo de Julho às suas forças navais. Nesse dia, uma multidão visita grandes embarcações ancoradas no rio Neva enquanto marinheiros afogados em álcool se apoderam da cidade.

Cansaço em tons de verde

Suzdal, Rússia

Em Suzdal, é de Pequenino que se Celebra o Pepino

Com o Verão e o tempo quente, a cidade russa de Suzdal descontrai da sua ortodoxia religiosa milenar. A velha cidade também é famosa por ter os melhores pepinos da nação. Quando Julho chega, faz dos recém-colhidos um verdadeiro festival. 

Cortejo garrido

Suzdal, Rússia

1000 Anos de Rússia à Moda Antiga

Foi uma capital pródiga quando Moscovo não passava de um lugarejo rural. Pelo caminho, perdeu relevância política mas acumulou a maior concentração de igrejas, mosteiros e conventos do país dos czares. Hoje, sob as suas incontáveis cúpulas, Suzdal é tão ortodoxa quanto monumental.

Mapa


Como ir


VISTOS E OUTROS PROCEDIMENTOS

A Rússia tem procedimentos de admissão burocráticos e exigentes. Em primeiro lugar, deve obter uma carta de uma agência de viagens acompanhado de um programa detalhado. Estes documentos testemunham que irá visitar o país sob a alçada destas entidades e dão informação precisa dos lugares que vai visitar e em que datas é suposto fazê-lo. Depois, há que contratar um seguro obrigatório. Com estes elementos, pode requerer o visto na embaixada mais próxima – aplicam-se formulários, fotografias e um pagamento – e aguardar pela aprovação. Mais informações em www.vhs-portugal.com

CUIDADOS DE SAÚDE

As autoridades russas não exigem qualquer certificado de doença específico para permitir a entrada no país. Além da atenção especial com as temperaturas muito baixas (perfeitamente possíveis -20ºC de Novembro a Março) e de não beber água da torneira nem sequer em Moscovo ou São Petersburgo não existem cuidados prévios ou riscos dignos de alarme.

Para mais informações sobre saúde em viagem, consulte o Portal da Saúde do Ministério da Saúde e Clínica de Medicina Tropical e do Viajante. Em FitForTravel encontra conselhos de saúde e prevenção de doenças específicas de cada país (em língua inglesa).

VIAGEM PARA A RÚSSIA   

A TAP (tel.: 707 205 700) opera voos directos de Lisboa para Moscovo, a principal porta de entrada no país. Conte com voos de ida e volta a partir de 200€, mais dispendiosos em época alta (Junho a fim de Agosto.)

A não perder


  • Arquipélago Solovetsky
  • ​Kizhi
  • São Petersburgo, Petrodvorets, Tsarskoe Selo e Pavlovsk
  • Moscovo
  • Novgorod
  • Golden Ring: Sergiev Posad, Suzdal, Rostov, Yaroslavl​, Vladimir
  • Expresso Trans-Siberiano
  • Tomsk
  • Lago Baikal
  • Peninsula de Kola
  • ​Montanhas Altai
  • Vladivostok
  • ​Península de Kamchatka
  • Kalininegrado

Explorar


VOOS INTERNOS

As enormes distâncias entre os vários lugares do maior país do mundo fazem com que voar seja uma enorme vantagem para quem tem tempo de explorar diferentes regiões do país. Até há algum tempo, as companhias aéreas russas preservavam uma fama pouco invejável no que diz respeito a segurança. A situação melhorou mas continua muito longe do ideal.

As principais companhias aéreas com voos internos são: Aeroflot, S7, Rossiya Airlines, UTair e Yakutia

COMBOIO

São a forma alternativa ao avião mais aconselhável para viajar entre zonas distintas. A Rússia tem uma rede ferroviária extensa e funcional que passa em incontáveis povoações ou, no pior dos casos, nas imediações. Os comboios russos são eficientes e pontuais e, por norma, o pessoal abordo cumpre as suas funções com afinco. Além disso, viajar de comboio na Rússia é toda uma vivência cultural inesquecível. O Trans-Siberiano, em particular, é provavelmente o serviço ferroviário mais emblemático e desejado à face da Terra.

Os comboios russos contemplam as seguintes classes:  

Luxo: só existe em alguns comboios especiais. Os passageiros viajam em compartimentos privados para dois adultos e uma criança (casa de banho também privada no interior). 

1ª Classe: em compartimentos privados para duas pessoas mas não tão luxuosos

2ª Classe: em compartimentos privados para 4 pessoas.

3ª Classe: até 6 camas num mesmo espaço 

Lugares Sentados: por norma, só se aplicam a viagens curtas

AUTOCARRO

O normal é as cidades russas só terem ligações de autocarro para outras, no máximo, a 6 ou 7 horas de distância e ligadas por boas estradas o que raramente acontece. Se se considerar ainda a lastimável segurança rodoviária do país, torna-se fácil que o comboio é quase sempre uma melhor opção.

BARCO

As viagens de barco aplicam-se, na Rússia, enquanto viagens de ferry para destinos internacionais ou para alcançar povoações em ilhas no meio de lagos de grandes dimensões ou mares, como é o caso de Kizhi no lago Onega e Solovetsky, no Mar Branco.

METRO

Moscovo, São Petersburgo e várias outras das principais cidades russas possuem sistemas de metro muito abrangentes e funcionais.

ALUGUER DE VIATURA

Relembramos a questão da pobre segurança rodoviária para desaconselhar esta opção. As estradas russas continuam a milhas do padrão das estradas da Europa Ocidental. Os condutores não olham a meios para chegar mais depressa do que os outros e desrespeitam as regras e até a mera sensatez sempre que lhes parece mais conveniente. Se juntarmos a isto, o elevado nível de consumo de álcool, percebe-se porque as estradas russas são das mais trágicas do mundo. E também que, quanto mais conduzir na Rússia, mais estará a colocar a sua vida e a dos seus passageiros em risco. 

Quando ir


Salvo se for um adepto do frio a sério, a época ideal para visitar a Rússia vai de Maio a meio de Setembro, o Verão do país. Nestes meses, a luz solar dura mais (é noite escura apenas umas 4, 5 horas, em Junho, em São Petersburgo, e menos ainda para norte) e a meteorologia é mais favorável, com temperaturas amenas – até dias quentes – e muito menos chuva. No início do Outono, a Rússia é embelezada por uma folhagem amarela de grande beleza mas este período é curto, oscila de ano para ano e de região para região e é difícil de prever com rigor. Além disso, tanto pode acontecer com predomínio de céu azul e sol radioso como passar-se na maior parte sob céu nublado ou chuva permanente. Enunciadas todas as condicionantes, aconselhamos vivamente a que tente viver esta fascinante Rússia amarelada.

 

Dinheiro e Custos


A moeda russa é o Rublo (RUB). A Rússia é, actualmente, um país muito dispendioso. Moscovo é das cidades mais caras do mundo, São Petersburgo segue cada vez mais o exemplo e, noutras cidades menos emblemáticas ou no campo, o custo de vida decresce mas não tanto como seria de esperar. As principais cidades russas estão bem dotadas de caixas ATM e a maior parte dos estabelecimentos mais modernos e sofisticados aceitam pagamentos com cartão de crédito.

ALOJAMENTO

Em São Petersburgo e Moscovo, os hotéis de qualidade têm aumentado exponencialmente de número e praticam preços cada vez mais em conta para o conforto e o serviço que oferecem. Também se tornou comum proprietários alugarem as suas casas a estrangeiros através de sites na internet o que se tem provado uma excelente solução para muitos visitantes.

Mais cosmopolitas, Moscovo e São Petersburgo tem igualmente um bom número de guest houses a preços que podiam ser mais misericordiosos. Salvo esteja num período de desvalorização do Rublo, espere pagar cerca de 25€ por um quarto duplo espartano e muito provavelmente apertado. De 10€ a 18€ para estadia num dormitório. 

Dormida num verdadeiro hotel de Moscovo ou São Petersburgo pode começar nos 70€ por noite para um quarto duplo e ir até às muitas centenas de euros por noite. 

A situação noutras cidades com menor notoriedade pode ser radicalmente distinta com falta de hotéis e preços elevados naqueles que existem. Em épocas de eventos importantes, torna-se complicado conseguir quartos seja a que preço for em qualquer cidade russa.

Tenha em conta que as referências de valores acima podem diminuir substancialmente – para metade ou menos – durante o longo Inverno russo.

ALIMENTAÇÃO

É dispendiosa de todas as maneiras. As refeições mais baratas que irá encontrar estão em restaurantes de bairro, alguns de atmosfera ainda semi-soviética. Permitem diferentes combinações de ingredientes, bebidas, sobremesas etc que o cliente escolhe sempre com contacto visual enquanto avança, reúne sobre um tabuleiro e paga. Neste tipo de restaurantes, uma refeição completa costuma custar entre 10€ a 15€. Restaurantes mais sofisticados e famosos representam refeições significativamente mais caras até valores tão elevados que só os milionários russos ou estrangeiros abastados de visita se habituam a comportá-los.

INTERNET

Disseminou-se a grande velocidade desde o virar do século e, hoje, é abundante por toda a Rússia e consegue-se sem grande dificuldade até em cidades perdidas em regiões retiradas. Nas maiores povoações existe Wi-fi em hostels e hotéis, cafés, restaurantes e outros espaços públicos. Se tiver mesmo que navegar em internet cafés, prepare-se para pagar bem. 

Outra solução são os cartões SIM pré-pagos com crédito de chamadas e internet, por norma, contabilizados ao minuto + GB, por exemplo 600 minutos de chamadas e 3 ou 4 gigabytes de tráfego.  Poderá comprar estes SIMs logo à chegada, nos aeroportos, ou um pouco por toda a parte, nas cidades