Nicarágua


Lago Cocibolca, Nicarágua

Mar, Doce Mar

Os indígenas nicaraos tratavam o maior lago da América Central por Cocibolca. Na ilha vulcânica de Ometepe, percebemos porque o termo que os espanhóis converteram para Mar Dulce fazia todo o sentido.

Islas del Maiz, Nicarágua

Puro Caribe

Cenários tropicais perfeitos e a vida genuína dos habitantes são os únicos luxos disponíveis nas também chamadas Corn Islands, um arquipélago perdido nos confins centro-americanos do Mar das Caraíbas.

Dia escuro

Lago Cocibolca, Nicarágua

Mar, Doce Mar

Os indígenas nicaraos tratavam o maior lago da América Central por Cocibolca. Na ilha vulcânica de Ometepe, percebemos porque o termo que os espanhóis converteram para Mar Dulce fazia todo o sentido.

Caribe profundo

Islas del Maiz, Nicarágua

Puro Caribe

Cenários tropicais perfeitos e a vida genuína dos habitantes são os únicos luxos disponíveis nas também chamadas Corn Islands, um arquipélago perdido nos confins centro-americanos do Mar das Caraíbas.

Mapa


Como ir


VISTOS E OUTROS PROCEDIMENTOS

Os titulares de passaporte português ou brasileiro não necessitam de visto de entrada para estadias de turismo até 90 dias, desde que possuam passaporte válido para pelo menos três meses após a data prevista para a saída da Nicarágua. 

CUIDADOS DE SAÚDE

As autoridades da Nicarágua não requerem qualquer comprovativo de vacina para permitir a entrada no país. São aconselhadas as vacinas para a Hepatite A e Febre Tifóide. Existe risco de contracção de malária durante todo o ano em especial na Region Autónoma del Atlantico Norte, com eventual alastramento a Boaca, Chinandega, Jinoteca, Leon e Matagalpa.

Para mais informações sobre saúde em viagem, consulte o Portal da Saúde do Ministério da Saúde e Clínica de Medicina Tropical e do Viajante. Em FitForTravel encontra conselhos de saúde e prevenção de doenças específicas de cada país (em língua inglesa).

VIAGEM PARA A NICARÁGUA

American Airlines voa de Lisboa para Manágua, via Londres e Miami por a partir de 900€. A Ibéria também voa de Madrid para Manágua com duas ou mais escalas. Por norma, tem voos substancialmente mais dispendiosos que os da American Airlines.

A não perder


  • Corn Islands (Isla del Maiz)
  • Arquipélago Solentiname
  • Ilha de Ometepe
  • ​Granada
  • San Juan del Sur
  • Vulcão Masaya

 

 

Explorar


VOOS INTERNOS

A companhia aérea La Costeña liga Manágua a destinos da costa caribenha, como Bluefields, ou ao largo, caso das Corn Islands, a cerca de 60 km da costa atlântica. Os voos para as Corn Islands têm lugar em avionetas, o que limita muito o peso que pode ser transportado por cada passageiro a bordo (apenas bagagem de mão). A viagem de avião demora 1h30 em vez de um dia inteiro ou mais por terra e de barco, a partir de Manágua.

AUTOCARRO

Uma frota vasta mas austera de buses e microbuses – muitos deles velhos autocarros importados dos E.U.A – percorrem as estradas nicaraguenses por menos de 1€ para viagens curtas e 3€ ou 4€ para percursos mais longos.

Circulam entre as maiores cidades afastadas mais de três horas os chamados Expressos, autocarros mais modernos, com vidros escuros, ar condicionado, cortinas, bancos reclináveis, filmes passados em TV e que não levam mais passageiros que os assentos que têm. As viagens nestes autocarros custam em volta de 4€ ou 5€.  

BARCO

O barco é a única maneira de chegar à ilha de Ometepe ou ao arquipélago das Solentinames – situadas no lago Nicarágua – , por norma em velhos ferries de dimensões médias que não podem navegar quando o vento se torna mais forte.

Muitas das povoações costeiras da Nicarágua são acessíveis apenas de barco, algumas têm serviços regulares mas, a várias, só terá acesso alugando uma embarcação local (panga) o que lhe custará entre 35€ a 70€ por hora, valor que poderá dividir por mais passageiros.

ALUGUER DE VIATURA

Pode alugar um carro por menos de 15€ por dia para explorar a costa do Pacífico e o centro do país, recentemente dotados com estradas asfaltadas novas e em boas condições e de outras, de terra batida, mas bastante aceitáveis.  Se planeia sair das estradas principais durante a época das chuvas, alugue um 4WD robusto por 40€ a 80€ por dia.

Se não tiver um bom jipe ou veículo similar, não prossiga para a zona caribenha. As estradas de acesso a esta zona e, até mesmo as costeiras, são invariavelmente de terra batida e de muito má qualidade que é agravada após períodos longos de chuva. Para esta zona do país, continua a ser mais aconselhado ir de autocarro.

É fortemente desaconselhável viajar de noite na maior parte da Nicarágua

Quando ir


O país tem uma série de climas específicos a distintas regiões. Na costa do Pacífico, a época das chuvas vai de Maio a Setembro, com Setembro e Outubro como os meses mais chuvosos. O Verão tropical vai de Novembro a Abril e é a altura ideal para visitar esta zona e também a época mais turística. Na costa atlântica, as estações seca e das chuvas são quase impossíveis de descortinar. O mesmo se passa nas montanhas do centro do país, onde se perde a noção das estações na névoa matinal recorrente. As regiões em redor do rio San Juan são das mais chuvosas à face da Terra.

 

Dinheiro e Custos


A moeda da Nicarágua é a Cordoba (NIO). As caixas ATM existem apenas em Manágua e noutras cidades principais. Com excepção para a costa caribenha onde rareiam os terminais, os pagamentos com cartão de crédito são vulgares, possíveis, inclusivamente em alguns pequenos negócios como mercearias.

ALOJAMENTO

Uma noite num quarto duplo de um hotel básico com TV e ar condicionado custa em redor de 8€ a 20€. Têm aberto diversos resorts nos lugares mais idílicos do país com sofisticação e requinte desconhecidos no país há apenas algumas décadas. Têm preços mais elevados mas nem por isso desajustados da realidade do país.

ALIMENTAÇÃO

Uma refeição convencional nicaraguense num restaurante normal de rua custa até 3€. Vai ter se esforçar para encontrar restaurantes significativamente mais sofisticados. 

INTERNET

São predominantes os chamados Cybers, internet cafés com net a velocidades muito aceitáveis e preços generosos: cerca de 0,50€ por hora.