Antilhas Francesas


Sainte-Luce, Martinica

Um Projeccionista Saudoso

De 1954 a 1983, Gérard Pierre projectou muitos dos filmes famosos que chegavam à Martinica. 30 anos após o fecho da sala em que trabalhava, ainda custava a este nativo nostálgico mudar de bobine.

Guadalupe

Um Delicioso Contra-Efeito Borboleta

Guadalupe tem a forma de uma mariposa. Basta uma volta por esta Antilha para perceber porque a população se rege pelo mote Pas Ni Problem e levanta o mínimo de ondas, apesar das muitas contrariedades.

O projeccionista

Sainte-Luce, Martinica

Um Projeccionista Saudoso

De 1954 a 1983, Gérard Pierre projectou muitos dos filmes famosos que chegavam à Martinica. 30 anos após o fecho da sala em que trabalhava, ainda custava a este nativo nostálgico mudar de bobine.

Realidade e fantasia

Guadalupe

Um Delicioso Contra-Efeito Borboleta

Guadalupe tem a forma de uma mariposa. Basta uma volta por esta Antilha para perceber porque a população se rege pelo mote Pas Ni Problem e levanta o mínimo de ondas, apesar das muitas contrariedades.

Mapa


Como ir


VISTOS E OUTROS PROCEDIMENTOS

Cidadãos da União Europeia necessitam apenas de um cartão de cidadão válido mas podem igualmente usar passaporte válido para entrar no território. Deverá também apresentar um bilhete para regresso ao destino de partida ou de saída para um outro destino.

CUIDADOS DE SAÚDE

Para mais informações sobre saúde em viagem, consulte o Portal da Saúde do Ministério da Saúde e Clínica de Medicina Tropical e do Viajante. Em FitForTravel encontra conselhos de saúde e prevenção de doenças específicas de cada país (em língua inglesa).

VIAGEM PARA A MARTINICA

A Air France (tel.: 707 202 800) voa de Lisboa para Fort-de-France via Paris, nuns dias com escala no aeroporto de Orly, noutros no de Charles de Gaulle. O voo custa a partir de 1.100€,  em económica, 1.700€ em Premium, que oferece uma melhor localização no avião e conforto adicional. Em executiva (poltrona de 2 m por 61 cm), fica por cerca de 3.200€.

A não perder


Martinica:
Fort-de-France –  Biblioteca Schoelcher e Catedral St Louis
Saint Pierre – Catedral Saint Pierre et Saint Paul, vista do Miradouro da Notre-Dame-du-Bon Port
Vulcão Mont Pelée
Sainte Anne
Grande Anse 
Sainte Luce
Grande Riviére
Anse D'Arlet
Trois-Ilets
Anse Cafard  – Monumento dos escravos
Destilaria Saint James e Museu do Rum

Guadalupe:
PN de Guadalupe em Basse Terre
Route de La Traversé em Basse Terre
Miradouro La Soufriére em Basse terre
Queda d'água Cascade aux Ecrevisses
Mercado de Basse-terre 
Catedral São Pedro e São Paulo
Praias de Grande Anse 
Deshaies
Marie-Galante

Explorar


ALUGUER DE VIATURA

Num destino como a Martinica, o ideal é ter ao dispor um veículo de preferência 4WD ainda que não seja imperioso. A rede de estradas da ilha é muito abrangente e foi construída ao jeito semi-perfeccionista francês.  Os preços dos veículos alugados começam em volta dos 30€ por dia para alugueres de alguma duração, por exemplo uma semana. 

AUTOCARRO

Apesar de existirem autocarros públicos de maiores dimensões, a grande parte dos transportes com que se irá cruzar são os taxis collectivs que, além de identificados com TC, têm mencionados os destinos sobre o para-brisas. Detêm-se em paragens assinaladas. Os taxis collectifs cobram bastante menos, menos de 4€ pela viagem de 45 minutos entre Fort-de-France e Saint Pierre.

OUTROS

Recorra aos táxis apenas se estiver preparado para preços do género dos franceses ou ainda mais elevados, pagos em euros. 

Quando ir


Martinica tem um clima tropical com época seca – e consequentemente alta em termos turísticos – de Dezembro a Maio. Neste período, as temperaturas médias mantêm-se por volta dos 25ºC aos 30ºC durante o dia. A época das chuvas estende-se de Junho quase ao fim de Novembro mas, por norma, traz chuvadas fortes por volta do fim do dia. Setembro e Agosto são os meses mais chuvosos e também aqueles em que a ilha tem maior probabilidade de ser atingida pelos furacões que se formam sobre o oceano Atlântico, em particular sobre o Mar das Caraíbas.

Dinheiro e Custos


À imagem da maior parte dos territórios ultramarinos franceses, a Martinica depressa se revela um destino dispendioso, até porque usa o Euro (EUR). A maior parte dos estabelecimentos, até mesmo muitos dos menos sofisticados permitem pagamentos com cartões de crédito e débito. As caixas ATM são abundantes nas principais povoações.

ALOJAMENTO

Preços começam em redor dos 85€ por quarto duplo nos hotéis mais humildes. Vai ter dificuldade em encontrar algo mais barato que isto. 

ALIMENTAÇÃO

É a própria população da Martinica a primeira a queixar-se dos preços demasiado elevados dos alimentos na sua ilha, mesmo se comprados nos supermercados. Se se pensar que os restaurantes acrescentam valor inflacionado ao que servem, ficam justificados os pratos entre os 13€ e os 15€ e o custo das refeições em restaurantes normais, entre os 30€ e os 50€, para começar.

INTERNET

Vai-se encontrando com maior frequência, oferecida por hotéis, bares e restaurantes. De outra forma, custa em redor de 5€ à hora em casas de Internet.