Fiji


Viti Levu, Fiji

Ilhas à Beira de Ilhas Plantadas

Uma parte substancial de Fiji preserva as expansões agrícolas da era colonial britânica. No norte e ao largo da grande ilha de Viti Levu, também nos deparámos com plantações que há muito só o são de nome.

Viti Levu, Fiji

Velhos Passatempos de Fiji: Canibalismo e Cabelo

Durante 2500 anos, a antropofagia fez parte do quotidiano de Fiji. Nos séculos mais recentes, a prática foi adornada por um fascinante culto capilar. Por sorte, só subsistem vestígios da última moda.

Viti Levu, Fiji

Uma Partilha Improvável

Em pleno Pacífico Sul, uma comunidade numerosa de descendentes de indianos recrutados pelos ex-colonos britânicos e a população indígena melanésia repartem há muito a ilha chefe de Fiji.

Navala, Fiji

O urbanismo tribal de fiji

Fiji adaptou-se à invasão dos viajantes com hotéis e resorts ocidentalizados. Mas, nas terras altas de Viti Levu, Navala conserva as suas palhotas criteriosamente alinhadas.

Volta ao coral grande

Viti Levu, Fiji

Ilhas à Beira de Ilhas Plantadas

Uma parte substancial de Fiji preserva as expansões agrícolas da era colonial britânica. No norte e ao largo da grande ilha de Viti Levu, também nos deparámos com plantações que há muito só o são de nome.

Capacete capilar

Viti Levu, Fiji

Velhos Passatempos de Fiji: Canibalismo e Cabelo

Durante 2500 anos, a antropofagia fez parte do quotidiano de Fiji. Nos séculos mais recentes, a prática foi adornada por um fascinante culto capilar. Por sorte, só subsistem vestígios da última moda.

Todos a bordo

Viti Levu, Fiji

Uma Partilha Improvável

Em pleno Pacífico Sul, uma comunidade numerosa de descendentes de indianos recrutados pelos ex-colonos britânicos e a população indígena melanésia repartem há muito a ilha chefe de Fiji.

Aldeia luxuriante

Navala, Fiji

O urbanismo tribal de fiji

Fiji adaptou-se à invasão dos viajantes com hotéis e resorts ocidentalizados. Mas, nas terras altas de Viti Levu, Navala conserva as suas palhotas criteriosamente alinhadas.

Mapa


Como ir


VISTOS E OUTROS PROCEDIMENTOS

Cidadãos portugueses e brasileiros não necessitam de visto para entrar e permanecer em Fiji com fins turísticos, até 90 dias.

CUIDADOS DE SAÚDE 

O governo de Fiji não requer aos visitantes vacinas ou cuidados de saúde específicos. Malária não está presente em Fiji. 

Para mais informações sobre saúde em viagem, consulte o Portal da Saúde do Ministério da Saúde e Clínica de Medicina Tropical e do Viajante. Em FitForTravel encontra conselhos de saúde e prevenção de doenças específicas de cada país (em língua inglesa).

VIAGEM PARA FIJI

A Star Alliance voa de Lisboa para Sydney ou Auckland com a TAP (tel.: 707 205 700), a Lufthansa a partir de 980€. De Sydney ou Auckland, várias companhias completam o longo trajecto voando para Nadi e Suva, ambas na ilha de Viti Levu, Fiji: Virgin Australia, Fiji AirwaysAir New Zealand.

A não perder


  • Terras altas de Viti Levu (Nausori)
  • Aldeia de Navala  
  • ​​Rio Navua até às selvas das montanhas Namosi
  • Praia de Oarsman's Bay nas Yasawas
  • ​Ilhas do grupo Mamanuca
  • ​Megulho e snorkeling no Great Astrolabe Reef
  • Estreito de Somosomo
  • Levuka

 

Explorar


VOOS INTERNOS

Fiji Airways assegura a maior parte das ligações entre ilhas com preços muito acessíveis.

AUTOCARRO

São básicos mas abundantes e pouco dispendiosos, tanto em Viti Levu como em Vanua Levu.

ALUGUER DE VIATURA

A melhor forma de descobrir Viti Levu e Vanua Levu – as ilhas maiores de Fiji é conduzir em redor destas ilhas. Uma viatura de classe económica custa a partir de 30€ por dia, relativamente menos se for usada. No entanto, as piores secções das Queens e Kings Road, bem como a maior parte das estradas que delas derivam para o interior da ilha exigem veículos 4WD robustos que podem custar facilmente mais do dobro.

BARCO

Uma rede funcional de ferries de diversas empresas – Patterson Brothers, Beachcomber Cruises and Consort Shipping, entre outras, assegura a ligação entre as principais ilhas e entre estas outras ilhas secundários ao largo. Por norma, as ligações marítimas permitem poupar bastante em comparação aos voos.

OUTROS

A maior parte dos jovens visitantes australianos e neozelandeses opta por explorar o mais possível do arquipélago fijiano inscrevendo-se em tours. São muitas as empresas que os organizam e têm boa presença na internet.

Quando ir


O Inverno Austral (de Maio a Novembro) quando as temperaturas e a humidade diminuem significativamente, é a altura do ano mais confortável para visitar Fiji. Este é também o período em que o oceano Pacífico arrefece e, como consequência, os ciclones  não visitam o arquipélago. Apesar da imprevisibilidade cada vez maior da meteorologia no Pacífico do Sul, Dezembro e Janeiro são, em termos históricos, os mais chuvosos e propensos à formação de ciclones. Março e Abril como Dezembro, podem ser considerados meses de transição em que, só com muito azar o tempo permanecerá chuvoso por mais que um ou dois dias. Para mais informações consulte: Fiji Weather Forecast  ou Weather City – Fiji (ambos em inglês).

Dinheiro e Custos


A moeda de Fiji é o dolar fijiano (FJD). Os pagamentos com cartão de crédito são possíveis nos estabelecimentos mais sofisticados da ilha e os levantamentos em ATM, no pior dos cenários, em Nadi, Suva e Lautoka. 

ALOJAMENTO

Como destino mais turístico e popular do Pacífico do Sul, Fiji oferece estadias de todos os tipos, desde as guest houses básicas de Nadi a partir de 10€ por noite em quarto duplo até várias centenas de euros nos resorts mais sofisticados das ilhas e ilhéus ao largo de Viti Levu e de Vanua Levu.

ALIMENTAÇÃO

Os preços, são em Fiji, dos mais moderados do Pacífico do Sul muito graças à vasta oferta turística. Uma refeição completa num restaurante médio pode custar entre 7€ a 30€. 

INTERNET

Existe, na maior parte das guest houses e resorts, mas não espere ter sempre acesso gratuito, fácil e rápido. Recorrer a internet paga, pode revelar-se mais dispendioso do que parece à primeira vista. Demasiadas vezes, utilizadores em excesso partilham a mesma rede.